Filosofia e Sociologia serão incluídas nos processos seletivos da Unimontes.

     

        A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) vai incluir no seu Processo Seletivo/2010, as provas de múltipla escolha das disciplinas Sociologia e Filosofia, que serão obrigatórias para os candidatos a todos os cursos de graduação oferecidos pela universidade. A exigência dos conhecimentos nas duas disciplinas observa determinação legal.  

     

        É que está em vigor lei federal, sancionada em 3 de junho de 2008, que torna obrigatório o ensino de sociologia e filosofia no currículo do ensino médio. A obrigatoriedade foi concretizada através da alteração do artigo 36 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), a Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

     

        Conforme comunicado da Unimontes, a prova de Filosofia “terá como objetivo avaliar a capacidade do vestibulando de compreender, a partir de textos clássicos do pensamento filosófico ocidental, aspectos que envolvem a existência humana: a ética, a política e o conhecimento”. Já a prova de Sociologia vai focalizar “a gênese histórica das principais correntes clássicas que dominaram o pensamento sociológico, bem como os conceitos sociológicos centrais da disciplina”.

     

        Assim, de acordo com a Comissão Técnica de Concursos (Cotec), com a adoção de mais duas disciplinas, o total de pontos distribuídos no processo seletivo da Universidade Estadual de Montes Claros passará de 220 para 230, sendo 210 das provas de múltipla escolha e 20 da redação.

     

        Os candidatos a todos os cursos oferecidos pela Unimontes vão responder a quatro questões de Filosofia e a outras quatro questões de Sociologia. No entanto, os pesos das duas disciplinas vão variar conforme as áreas: Humanas, Sociais Aplicadas e Biológicas e da Saúde (peso 3, totalizando 12 pontos); Ciências Exatas (peso 2, totalizando oito pontos).