ABRUEM participa de Seminário Tecnologias Estratégicas Brasil Itália.

     

    Objetivando a melhoria da pós-graduação brasileira através da promoção de cooperação científica internacional, o 3º Seminário Tecnologias Estratégicas Brasil e Itália, reune no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), em Porto Alegre, representantes de entidades ligadas à economia, ciência e tecnologia do Brasil e da Itália. O evento acontece nos dias 23 e 24 de setembro e  discute temas como os desafios para acesso à internet; o papel da política aeroespacial no desenvolvimento industrial; uso eficiente de energia; parques tecnológicos; e a internacionalização do ensino superior.

     

    A programação do seminário inclui lançamento de livro e painéis. O diretor de pesquisas de longo prazo da Telecom Future Center Itália, Roberto Saracco, fez a palestra de abertura abordando a “Evolução Tecnológica na Próxima Década e seu Impacto nos Negócios”. No segundo dia do evento (24), o presidente da ABRUEM, reitor João Carlos Gomes, será o coordenador do Painel “A Internacionalização do Ensino Superior”, que terá como palestrante Carlo Naldi (Politécnico de Turim) e os participantes Federico Butera e Giuliano Simonelli (Politécnico de Milão), Luigi Schirone (Universita La Sapienza), Gustavo Fischer (UNISINOS – EDU) e Carlos Alexandre Neto (Reitor da UFRGS). O evento conta ainda com a presença dos reitores Carlos Alberto Martins Callegaro (UERGS) e Décio Sperandio (UEM), que aproveita a oportunidade para estreitar laços de parcerias iniciados anteriormente na viagem à Itália.

     

    O interesse das universidades italianas em expandir relacionamentos e parcerias com o Brasil demonstrado durante a visita da comitiva de reitores da ABRUEM à Europa (22 de junho a 4 de julho) se traduz em ações concretas de cooperação mútua como esta. De acordo com o reitor João Carlos Gomes, as universidades brasileiras podem contribuir muito com o sistema europeu, tanto na pesquisa quanto na pós-graduação, podendo se tornar um modelo na extensão, área ainda incipiente na Europa. “A marca do ensino superior brasileiro é a diversidade e aí reside nossa riqueza como sistema. Mas temos que criar um espaço compartilhado de educação superior regional, nacional para depois criar este espaço internacional”, ressalta o reitor.

     

    O seminário foi uma promoção da Embaixada da Itália no Brasil, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional dos Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (CONSECTI) e Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS).

     

     

    Carlos Alberto Callegaro (UERGS), Decio Sperandio (UEM), Antonio Alessandro - Embaixada Italiana e João Carlos Gomes (UEPG e Presidente da ABRUEM).