Focco discute as estruturas de Comunicação das IES da ABRUEM.

    Primando por trazer à pauta de discussões temas que colaborem  com o avanço e a qualidade da informação institucional das IES da ABRUEM, comunicadores das diversas regiões do Brasil se reúnem em Manaus- AM para o III Fórum Nacional de Coordenadores de Comunicação das Universidades Estaduais e Municipais (Focco). O fórum, que acontece  de 14 a 17 de outubro, em paralelo com o 45º Fórum de Reitores, é um organismo vinculado à ABRUEM, responsável pelas ações de divulgação do sistema  da entidade.

    A manhã do dia 15 foi aberta com um amplo debate sobre os resultados do diagnóstico realizado através de um mapa das estruturas de comunicação das IES vinculadas à ABRUEM. “Conhecer a estrutura dos canais de comunicação de cada instituição e identificar o perfil de cada profissional que atua nesse segmento é o primeiro passo para consolidar ações que contribuam para a melhoria da comunicação entre as IES e de todo sistema ABRUEM”, enfatizou o presidente do Focco, Márcio Fernandes, professor e coordenador de Comunicação da UNICENTRO.

    Em seguida, o professor Carlos Alberto Rocha, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), proferiu palestra. Carlos Alberto é também coordenador da Rede Ifes (grupo nacional de compartilhamento de materiais audiovisuais e mantenedor de agência de notícias via software livre). 

    O “Painel com os Reitores” aconteceu a tarde, com participação de Ubirajara Jr, chefe de Redação da Assessoria de Comunicação do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). O painel abordou questões da Comunicação Institucional, Investimentos e Raio-X das Estruturas de Comunicação das IES da ABRUEM.

    A conferência com Walmir Albuquerque, doutor em Comunicação e ex-reitor da Universidade Federal do Amazonas, foi proferida na manhã do dia 16. O conferencista discorreu sobre aspectos políticos das relações entre instituições de ensino e pesquisa e a Mídia. A tarde está previsto a escolha a nova diretoria do Focco/Abruem e será definido novo plano de ações a ser desenvolvido pela nova gestão.



    Retrospectiva do Focco

    O I Focco foi criado em outubro de 2008, em Maceió, durante o 43º Fórum Nacional de Reitores da ABRUEM, entidade que reúne 48 instituições de ensino superior distribuídas em 22 estados brasileiros e que congrega mais de 800 mil alunos. No primeiro encontro, o Focco discutiu as “experiências bem sucedidas e perspectivas para a próxima década”, ressaltando a importância da coleta e disseminação de informação mostrando as experiências de sucesso na área da comunicação institucional.

    Com uma diretoria provisória, composta por três membros: Márcio Fernandes (presidente), professor do Decs e coordenador de Comunicação Social da Unicentro; Irvana Chemin Branco (vice-presidente), da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Uepg); e Alcindo Barros Neto (secretário), da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o Focco  tem a responsabilidade de efetuar os trâmites legais da entidade e, promover os eventos e projetos pertinentes, além da promoção do debate em torno das expectativas para a próxima década.  A lista de ações propostas no encontro, que ocorrerá a cada seis meses, incluiu a produção e veiculação de um programa semanal de rádio divulgando a rede da ABRUEM, que deverá ser levado ao ar em dezenas de emissoras radiofônicas e portais do País; organizará um guia nacional de fontes para a Imprensa e implementará uma agência nacional de notícias.

    A temática “Comunicação Institucional: um investimento necessário para as universidades estaduais e municipais” abriu o II Focco, em Foz do Iguaçu (PR), no período de 14 a 18 de abril. Inserida na proposta de formar um grupo de profissionais afinado com a valorização e, a evolução do sistema de ensino brasileiro, o evento fomentou a discussão e a troca de experiência entre os comunicadores de comunicação. Segundo o Márcio Fernandes , o Focco é um instrumento através do qual as ações da ABRUEM podem ser ampliadas, contribuindo para o fortalecimento da entidade.