Uneal comemora 39 anos com exposições e lançamentos.

     Atividades internas movimentam os cinco campi da universidade.

    Primeira instituição pública de ensino superior do interior da Terra dos Marechais, a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) comemorou dia 19 os seus 39 anos de atividades voltadas para o desenvolvimento da Educação.

     Criada em 1970, pela Lei Municipal nº. 719/70, como Fundação Educacional do Agreste Alagoano (Funec), a instituição foi estatizada em 1990 e renomeada em dezembro de 1995, com o nome de Fundação Universidade Estadual de Alagoas (Funesa).Em 2006, após uma luta de décadas, passou de fundação a autarquia e teve sua denominação alterada para Universidade Estadual de Alagoas (Uneal).

     Atualmente, a instituição oferta 25 cursos de graduação, além do conceituado Programa Especial para Graduação de Professores (PGP), que já qualificou 3.700 educadores das redes municipais de ensino e, este ano, está graduando mais 1.500 professores.Na área de especialização, a Uneal mantém em atividade 13 cursos de pós-graduação e um curso de Mestrado em parceria com a Ufal. Cerca de quatro mil alunos estudam nos cinco campi, sediados nos municípios de Arapiraca, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos e União dos Palmares, além de uma extensão universitária em Maceió.

     Programação

    As comemorações dos 39 anos da Uneal foi realizada no auditório do campus de Arapiraca, com apresentação teatral e realização de palestras e ginástica laboral para os professores, alunos e servidores da instituição.As atividades foram coordenadas por técnicos e profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

    À noite, a programação contou com a abertura da 1ª Mostra de Documentários Ainda como parte da programação houve a solenidade de lançamento do jornal e do novo site da Uneal, além do programa de rádio na Educativa FM de Arapiraca, por meio de parceria com o Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). O aniversário da Uneal também foi marcada por shows musicais no pátio do campus

    Segundo a reitora Laudirege Fernandes, ao longo desses anos, a Universidade vem contribuindo, de forma significativa, com a geração do conhecimento e a formação de recursos humanos de  qualidade no interior alagoano.“Temos uma política de valorização dos nossos servidores e estamos fortalecendo a pesquisa e a extensão como instrumentos de qualificação das atividades de ensino”, destaca a reitora.