BNB financiará projetos de pesquisa de professores do curso de Zootecnia da Unimontes.

     

     


    Três projetos de pesquisa coordenados por professores do curso de Zootecnia da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), oferecido no campus de Janaúba, foram aprovados pelo Banco do Nordeste (BNB) para o financiamento total de R$ 108 mil.

     

    As propostas concorreram ao Edital Etene/Fundeci 06/2009 da referida agência de fomento, voltado para o financiamento de pesquisa e difusão de tecnologias para a bovinocultura de corte e de leite. Concorreram instituições de ensino superior e de pesquisa de toda área de abrangência do Banco do Nordeste, sendo aprovadas, ao todo, 26 propostas.

     

    Conforme a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Sílvia Nietsche, “o resultado demonstra a competência e a dedicação do corpo docente do curso de Zootecnia da Unimontes”. Disse, ainda, que “os projetos aprovados atendem aos anseios dos produtores, possibilitando, ainda, o desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologias adaptadas à região, além do treinamento dos recursos humanos”.

     

    Um dos projetos aprovados é “Gestão da qualidade em laticínios no Norte de Minas”, da professora Luciana Albuquerque Caldeira Rocha. O trabalho visa o levantamento dos laticínios existentes no Norte de Minas, com o objetivo de melhorar a qualidade da produção dos derivados do leite. O estudo será desenvolvido em 18 meses, com financiamento de R$ 25 mil do BNB.

     

    Outro projeto contemplado é o de “Avaliação de diferentes volumosos para produção e processamento de leite de vacas mestiças no Norte de Minas”, do professor Vicente Ribeiro Rocha. A pesquisa vai evidenciar alternativas de alimentos volumosos (cana-de-açúcar, silagem de sorgo, silagem de girassol e capim-tanzânia), visando a melhoria da produção e do processamento do leite no Norte do estado. Os trabalhos serão realizados em propriedades rurais da região durante 24 meses, com financiamento da ordem de R$ 40 mil.

     

    MAIS PESQUISAS - “Acúmulo de forragem e parâmetros morfofisiológicos de Pennesetum Purpureum Schum. cv. Pioneiro, submetido a duas frequências de desfolhação e duas alturas de resíduos pós-corte” é o título do terceiro projeto de pesquisa da Unimontes aprovado pelo BNB. O estudo, de autoria da professora Eleuza Clarete Junqueira de Sales, tem com objetivo central avaliar a adaptabilidade do capim “Pioneiro” nas pastagens do Norte de Minas e terá a duração de 24 meses, com financiamento de R$ 43 mil.

     

    Para o professor Vicente Ribeiro Rocha Júnior, coordenador do Mestrado em Zootecnia da Unimontes, “a aprovação das propostas pelo Banco do Nordeste é o reconhecimento da qualidade das pesquisas desenvolvidas no âmbito dos cursos de graduação e pós-graduação em Zootecnia pelos professores e acadêmicos da instituição. As pesquisas desenvolvidas na área, em sua maioria, visam melhorar a qualidade e a produção da pecuária leiteira regional”.