Programa de integração de universidades da América do Sul reúne reitores em Curitiba.

    O encontro para definir e discutir ações de fortalecimento e integração entre instituições de ensino superior reuniu na tarde do dia 3 de novembro, em Curitiba, reitores, diretores e assessores de relações internacionais de universidades e faculdades da Argentina, Paraguai e Brasil, especificamente o Estado do Paraná. O encontro foi promovido pela Rede de Universidades Zona de Integração do Centro Oeste da América do Sul (Zicosur Universitário), a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) e o Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). Antes do encontro, o governador Roberto Requião recebeu os representantes da Argentina e do Paraguai em almoço no Palácio das Araucárias.
                

    No encontro, o presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM), reitor João Carlos Gomes participou da mesa de abertura dos trabalhos e fez a apresentação do sistema da ABRUEM. O secretário executivo da ABRUEM, Carlos Roberto Ferreira também participou da reunião. Na seqüência, a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (APIESP), o Grupo de Universidades Nacionales Del Norte Grande Argentino e a SETI apresentaram seus respectivos sistemas, demonstrando interesse nos acordos de cooperação.

    Segundo o presidente da Rede Zicosur Universitário, reitor Oscar Vicente Valdés, os temas como o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável foram enfatizados na reunião. Também definiram a continuidade da cooperação acadêmica entre os países, com a mobilidade de professores e o intercâmbio de alunos, cursos e grupos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento. O Paraná comprometeu-se a oferecer um percentual de vagas para estudantes do Mercosul no curso de mestrado interinstitucional em Bioenergia em 2010. Também haverá o fortalecimento da Rede Interuniversitária de Estudos Jesuíticos, iniciada em 2004.

    Integram o Zicosur as províncias argentinas de Catamarca, Chaco, Corrientes, Formosa, Jujuy, Misiones, Salta, Santiago del Estero e Tucumán, as prefeituras bolivianas de Chuquisaca, Cochabamba, Oruro, Tarija e Santa Cruz; as regiões de Tarapacá e Antofagasta, no Chile, e as regiões de Alto Paraguai, Alto Paraná, Concepción, Amambay, Boquerón, Caaguazú, Misiones, Paraguarí, Caazapá, Canindeyú, Central, Concepcion, Cordillera, Guayrá, Itapúa, Neembucú, Presidente Hayes e San Pedro, no Paraguai.

    O Governo do Paraná e instituições do Norte Grande da Argentina já assinaram protocolo de integração e intercâmbio entre as universidades em 2008. O objetivo foi promover o desenvolvimento das regiões pela cooperação e troca de tecnologias. A parceria integra seis universidades estaduais do Paraná ,UEPG, UNIOESTE, UEM, UNICENTRO, UEL (afiliadas da ABRUEM) e  a UENP;  e quatro universidades da Argentina – Universidades Nacionais Del Nordeste, de Missiones, de Formosa e de Santiago Del Esteros.

     

    Ligia Pupato e público presente no encontro.