Pontão USCS Audiovisual.

    O projeto Pontão USCS Audiovisual foi aprovado pela Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura (SCC/MinC), fazendo da Universidade Municipal de São Caetano do Sul o único Pontão de Cultura do Grande ABC.

    Segundo definição do próprio órgão, Pontão de Cultura é "um instrumento de promoção do intercâmbio e difusão da cultura brasileira em suas mais diversas linguagens e formas, gerido por ente público ou privado sem fins lucrativos, que desenvolve ações que visem, entre outros objetivos, a capacitação e a formação dos agentes de cultura e a organização de festivais, encontros, fóruns e atividades correlatas, que promovam o encontro, a troca de experiências e a articulação entre diferentes pontos de cultura".

    "Em outras palavras, temos o compromisso de interagir com os produtores culturais da região, promovendo atividades que colaborem, de maneira efetiva, com sua capacitação e divulgação", explica o professor Paulo Moura, responsável pelo Núcleo de Ação Cultural da USCS.

    Ainda segundo o professor Paulo Moura, a USCS, que já apresenta uma sólida programação cultural (confira abaixo as atividades do mês de dezembro), passa, com o Pontão, a incrementar ainda mais sua atuação. "Nos próximos três anos vamos realizar uma série de oficinas e demais ações de capacitação, que ocorrerão em sintonia com as nossas já tradicionais atividades, como as apresentações do Grupo de Teatro e do Grupo Vocal, as edições dos Saraus, as apresentações do Cine USCS etc", afirma.  

    Já o professor Joaquim Celso Freire Silva, Pró-Reitor de Extensão da USCS, chama a atenção para o fato de a Universidade ter se destacado em um edital que reuniu projetos do Brasil inteiro. "Ao todo, foram 440 projetos inscritos e apenas 80 aprovados. Concorremos com instituições públicas e privadas de todo o país. Esse resultado nos deixa orgulhosos por um lado, mas também representa uma responsabilidade de seguir aprimorando nossa atuação em função do desafio que ser um Pontão representa", afirma.

    De acordo com o Edital, a USCS fará uso de sua própria infraestrutura e receberá, durante os próximos três anos, repasse de verba do Governo Federal, que será utilizada para viabilizar o projeto.