Reescrevendo o Futuro reúne 500 alfabetizadores para Formação Inicial.

     

    A coordenação do Programa de Letramento Reescrevendo o Futuro, desenvolvido pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Conselho de Desenvolvimento Humano (CDH), promove, a partir desta quinta-feira, dia 17, até o dia 30, a formação inicial de 500 alfabetizadores que irão atuar nas novas turmas de Manaus. As atividades serão realizadas em horários e locais diferenciados.

     

    No primeiro dia, as atividades terão início às 19h, no auditório da UEA (Av. Djalma Batista, 3.578 – Flores), com a apresentação do Histórico da Educação de Jovens e Adultos e do Programa Reescrevendo o Futuro, realizada pela professora Nazaré Corrêa, coordenadora do Programa. Na sexta-feira, os professores terão acesso ao Manual do Alfabetizador.

     

    No sábado, dia 19, no horário de 8h às 18h, no auditório da Prefeitura de Manaus, na Compensa, as atividades serão voltadas à estratégias de leitura e educação ambiental. As apresentações serão conduzidas por professoras do programa - que já beneficiou 199 mil pessoas em todo o Amazonas, que irão falar sobre Alfabetização, Letramento e Aprendizagem; Matriz de referência de leitura e escrita; Níveis conceituais de leitura e de escrita e intervenções didáticas e Educação Ambiental.

     

    Nos dias 20, 21, 22, 28 e 29 o encontro volta a ser no auditório da Reitoria da UEA, onde serão abordados os temas: Construindo as competências matemáticas e teste cognitivo; Questões fonológicas e ortográficas da língua portuguesa; Relações fonemas e grafemas; Critérios para seleção das palavras-chave; Avaliação numa perspectiva interativa; Etapas da metodologia; e Planejamento.

     

    No último dia, 30 de dezembro, as atividades serão realizadas no horário de 18h às 22h, na Escola Municipal Ana Motta Braga (rua Rio Amazona, nº 12-A – Comunidade São Sebastião, Petrópolis). Coordenadores, supervisores e alfabetizadores participarão das oficinas de Etapas metodológicas; Planejamento coletivo; Estratégias de leitura com a coleção Literatura para todos; e de Orientações sobre os instrumentos de monitoramento da ação: Espaço do alfabetizador; Ficha diagnóstica; Parâmetros de aproveitamento; Frequência; calendário letivo.

     

    A coordenação do programa informa aos profissionais que enviaram seus currículos para a seleção de alfabetizador do Reescrevendo o Futuro e que não foram contactadas para realizar a Formação Inicial, que aguardem o contato a ser feito posteriormente.