Proposta da Unimontes aprovada no "Programa de Pesquisa para o SUS".

     

    A qualidade de vida dos pacientes submetidos ao tratamento contra o câncer será avaliada através de um trabalho científico da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), que terá o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

     

    A pesquisa “Avaliação da Qualidade de Vida de Pacientes Portadores de Carcinomas Escamosos em Cabeça e Pescoço”, coordenada pelo professor Paulo Rogério Ferreti Bonan, está entre as propostas aprovadas pelo Edital 09/2009 - “Programa de pesquisas para o SUS” (PPSUS) -, da Fapemig.

     

    Os recursos são da ordem de R$ 54.319, 81, estando prevista contrapartida de 5% da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino Superior do Norte de Minas (Fadenor). Os trabalhos envolverão sete professores-pesquisadores, sendo desenvolvidos ao longo de doze meses.

     

    Também coordenador do Programa de Mestrado em Ciências da Saúde da Unimontes, o professor Paulo Bonan destaca que o projeto servirá de instrumento de avaliação da qualidade de vida de pacientes submetidos ao tratamento oncológico.

     

    Outro aspecto salientado por ele é a possibilidade da pesquisa ser realizada em conjunto com as atividades de extensão da universidade, através do projeto de Odontologia Oncológica da Unimontes, coordenado pelo professor Mário Rodrigues Melo Filho.

     

    “Esse serviço combinado propiciará a implementação de uma atenção multiprofissional no setor de oncologia da Santa Casa de Montes Claros, beneficiando pacientes de todo o Norte de Minas Gerais”, concluiu o professor Bonan.