Alunos da Uesc vão estudar na Universidade de Coimbra.

     

    Estudantes dos cursos de Educação Física, Biologia, Letras e Química da Universidade Estadual de Santa Cruz – Uesc vão estudar na Universidade de Coimbra, em Portugal, por dois anos. O grupo está entre os 196 discentes de 28 instituições de ensino superior brasileiras, cujos projetos foram selecionados pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) para receberem bolsas de graduação no Programa de Licenciaturas Internacionais, numa parceria com a Universidade de Coimbra.

     

    O professor Antonio Joaquim Bastos da Silva, reitor da Uesc, participa da aula inaugural do Programa de Licenciaturas Internacionais, na Universidade de Coimbra, na quarta-feira (15). Nos 28 projetos selecionados estão incluídas apenas três universidades estaduais brasileiras. Cada projeto terá direito a sete bolsas de graduação-sanduíche em Portugal. A Uesc está enviando mais três estudantes, cujas despesas serão custeadas pela Universidade e o Grupo Coimbra.

     

    As bolsas são destinadas a estudantes que tenham cursado ao menos dois semestres da graduação, feito todo o Ensino Médio e pelo menos dois anos do Ensino Fundamental em escolas públicas. Para a seleção, os candidatos comprovaram, ainda, o bom desempenho acadêmico.

     

    Os bolsistas terão direito a seguro saúde e auxílio instalação, auxílio mensal no valor de 600 euros e passagem aérea. O período de permanência no exterior deve ser de até 24 meses.

     

    O programa prevê ainda missões de trabalho, com duração mínima de dez e máxima de 30 dias, com o objetivo de facilitar a integração dos alunos à nova cultura universitária, bem como de ajustar as respectivas estruturas curriculares e de acompanhar o desenvolvimento do projeto.

     

    O projeto da Uesc, coordenado pelo professor Fernando Faustino de Oliveira, contemplou Joel J. Silva Neto (Letras),Elaine Oliveira de Moraes(Biologia), Juley Oliveira Alencar e Alice Mércia de Santana Mendes (Educação Física), Thiana Santiago Nascimento, Danilo de Souza Araújo e Jucilane Silva de Melo(Química).

     

    Ao final do período em Portugal os bolsistas recebem o diploma da Universidade de Coimbra. Retornam ao Brasil e estudam por mais 12 meses para receberem o titulo de graduação da Uesc, o que lhes asseguram dupla titulação.