Simpósio discute uso cientifico de plantas medicinais.


     

                Plantas que curam? Prejudicam? Que caminho percorre o conhecimento popular até que possa ser efetivamente aplicado? Quais são os experimentos utilizados para comprovação da eficácia e segurança das plantas? Como se efetiva o processo de transformação da planta ao medicamento? Pesquisadores da América Latina e da Península Ibérica reúnem-se entre os dias 18 e 20 de outubro no Campus da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) em Itajaí, Santa Catarina, para discutir o uso científico das plantas medicinais.

               

    Temas como controle e qualidade de fitoterápicos, cultivo e métodos de identificação de princípios ativos naturais, marcos regulatórios de fitoterápicos, ensaios biológicos, potencial terapêutica da biodiversidade iberoamericana e os desafios da indústria farmacêutica para a produção de fitoterápicos estão entre as pautas do 5º Simpósio Iberoamericano de Plantas Medicinais.

     

    O encontro terá como foco o intercambio de experiências na área acadêmica e científica e a solidificação de estratégias de pesquisa, desenvolvimento e formas de cooperação interinstitucionais envolvidas com programas e projetos relacionadas às plantas medicinais. A programação completa e mais informações estão disponíveis em: www.vsipm.com.br