Mais da metade dos cursos da UEMS avaliados pelo Enade têm conceitos 4 e 5.



                Dos nove cursos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) avaliados pelo Enade em 2009, cinco alcançaram os dois conceitos mais altos. Direito, da sede universitária em Dourados foi o que mais destacou, alcançando conceito 5, o maior possível de ser obtido na avaliação. Ciências Contábeis, de Ponta Porã, Turismo, de Jardim e Dourados, e Direito de Paranaíba conquistaram conceito 4, o segundo mais alto.

               

                A coordenadora do curso de Direito de Dourados, Loreci Nolasco, acredita que “o resultado do Enade reflete a excelente qualidade ensino, pesquisa e extensão desenvolvida na UEMS”. Segundo Loreci, além de formar tecnicamente os futuros operadores do Direito, o curso tem buscado, através de seu projeto pedagógico, formar cidadãos responsáveis, éticos e politicamente habilitados a atuar em favor de uma sociedade mais justa, fraterna e solidária.

               

                O coordenador do curso de Direito de Paranaíba Isael José Santana também comemorou o bom desempenho dos alunos (conceito 4) e atribuiu a conquista a um sólido processo de qualificação do corpo docente pelo qual os professores do curso vêm passando nos últimos anos. “A trilogia pesquisa, ensino e extensão é hoje uma realidade no nosso curso. O aluno que participa de projetos de pesquisas e extensão é um melhor aluno”, diz o coordenador.A avaliação do Enade pontua os cursos em conceitos que vão de 1 (desempenho mais baixo) a 5 (mais alto). O conceito mínimo exigido pelo Ministério da Educação (MEC) é o 3, aplicado quando o curso oferece ao aluno aquilo que se espera de uma formação superior adequada.

     

                A pró-reitoria de ensino (PROE) da UEMS parabenizou o bom desempenho dos alunos que participaram do Enade 2009. “Agradecemos o trabalho e a dedicação de todos os coordenadores, docentes e técnicos-administrativos que contribuíram para estes resultados. Nosso entendimento é que cada um é parte essencial de uma engrenagem. O sucesso é coletivo, a responsabilidade, também” diz a responsável pela PROE Márcia Alvarenga.