Fórum discute inovações no curso médico da Unimontes.

     

     

    Foi aberto na manhã desta quarta-feira (23), o VII Fórum de Educação Médica da Universidade Estadual de Montes Claros, com o propósito principal de lançar novidades que subsidiem mudanças no projeto pedagógico do curso médico da Unimontes. As atividades se estenderão até sexta-feira (25), com a participação de chefes de departamentos, professores, acadêmicos e convidados. Vinculado ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), o curso de Medicina completa 42 anos de implantação em 2011.

     

    Ao presidir a solenidade de abertura, no auditório Mário Ribeiro da Silveira (prédio 6, campus-sede), o reitor João dos Reis Canela destacou as mudanças curriculares e inovações promovidas no âmbito do curso, que objetivam a melhoria da formação médica, se adequando aos avanços tecnológicos na área.

     

    “Procuramos formar profissionais identificados com a realidade do nosso povo, de tal forma que possam contribuir cada vez mais para a melhoria da qualidade de vida”, observou o professor. Ele ressaltou a atuação dos professores que contribuíram para o crescimento e a consolidação do curso de medicina da Unimontes, lembrando dos seus pioneiros.

     

    “Falar do curso da área médica é falar de ousadia e coragem de grandes homens e mulheres que acreditaram no seu projeto. Faço referência a Mário Ribeiro da Silveira, João Valle Mauricio e Hermes de Paula e outros pioneiros, que arranharam o impossível e, diante de tantas dificuldades, tiveram a vontade de fazer e fizeram: criaram o curso que hoje é sustentado por outros visionários dessa instituição”, enfatizou Canela.

     

    O coordenador do Fórum de Educação Médica, professor João Felício Rodrigues Neto, destacou a necessidade de discutir a reformulação. “O nosso projeto pedagógico, antes mesmo de ser concluído, precisa ser renovado”, observou.

     

    Logo após a abertura, foi presidida a palestra “Momento atual do curso médico”, pelo professor Eustáquio Xavier da Silveira, coordenador do curso de Medicina. Ainda pela manhã, o professor João Felício Rodrigues Neto abordou o tema “Experiência do curso médico da Unimontes em metodologias ativas”. A programação prevê para às 14 horas, apresentação da  experiência do curso médico da Universidade José do Rosário Velano/Unifenas em metodologias ativas, pela professora Rosa Malena.  Serão discutidos também os “enfrentamentos vivenciados na Unifenas”.

     

    Às 19h30, será ministrada a palestra “A interação das práticas profissionais em metodologias ativas como recurso de aprendizagem”, pela professora Valéria Machado, da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid).

     

     

     

    Experiências de outras instituições

    Na quinta-feira (24), a partir das 8 horas, será apresentada a experiência do curso médico da Faculdade de Medicina de Marília (Fanema), pelo professor Maurílio Zanolli.

     

    Às 14 horas, será apresentada a experiência do curso médico da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid) pelos professores José Lúcio Martins e Valéria Machado. Às 19 horas, acontecerá a palestra “A inserção de ciências básicas nas metodologias ativas”, pelo professor José Lúcio Martins Machado (Unicid); às 20 horas, o professor Maurício Zanoli (Fanema) abordará o tema “Aplicação e impacto das metodologias ativas no internato médico”.

     

    Na sexta-feira (25), está reservada à realização de oficinas com a participação de professores e acadêmicos do curso de Medicina da Unimontes. Serão abordados Currículo, Avaliação e Desenvolvimento Docente.