Evento destaca união entre instituições para melhoria da qualidade do ensino.

     

     A união das instituições de ensino superior em ações comuns para a melhoria da qualidade de ensino - como contribuição ao desenvolvimento regional - foi enaltecida pelo reitor da Universidade Estadual de Montes Claros, professor João dos Reis Canela, na abertura do “1º Bate-papo com o Mercado”, na noite dessa quinta-feira (24), no auditório do prédio 3 (campus-sede). O evento é uma promoção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG), em parceria com a Unimontes.

     

    A iniciativa tem como objetivo debater o mercado de trabalho e o desenvolvimento de softwares em Montes Claros. As atividades tiveram início no dia 21 e serão encerradas nesta sexta-feira. O professor Kléber Carvalho dos Santos, pró-reitor de Administração do IFNM, também participou da solenidade, representando o reitor Paulo César Pinheiro Azevedo.

     

    “O IFNM é uma instituição das mais sérias e gabaritadas. Será parceira da Unimontes em todas as ações que tenham como principal escopo o desenvolvimento regional”, acrescentou o reitor João Canela. Na oportunidade, o pró-reitor de Administração do IFNMG destacou a “qualidade dos cursos oferecidos pela Universidade Estadual de Montes Claros”, observando que “a universidade desbravou o Norte de Minas e implantou um pólo de excelência do ensino superior na região”.

     

    Conselho

    Já o professor José Ricardo Martins da Silva, diretor-geral do campus Montes Claros do IFNMG, ressaltou a importância da parceria com a Unimontes e aconselhou aos acadêmicos presentes: “não adianta diploma sem conhecimento para se enfrentar o mercado de trabalho”.

     

    Na sequência dos trabalhos, o especialista Rodrigo Queiroz ministrou a palestra “Rich Internet Aplications e a revolução da Web”. Nesta sexta-feira (25), no mesmo local, às 19 horas, a programação estabelece a realização da palestra “Desenvolvimento de softwares em Montes Claros”, a ser proferida pelo especialista André Luís de Lima e Silva.