Primeiro curso das Jornadas de Filosofia Medieval promovidas pela UEPB começa em março.

     

    As Jornadas de Filosofia Medieval - Ciclo 2011/Internacional - começam no próximo dia 12 de março.  O evento é de iniciativa do grupo Principium - Núcleo de Estudo e Pesquisa em Filosofia Medieval/UEPB/CNPq e iniciará com o Curso de Extensão intitulado “A (im)possível história de amor de Abelardo e Heloísa”. As aulas acontecerão no Centro de Educação da Universidade Estadual da Paraíba (CEDUC), unidade situada no bairro do Catolé, em Campina Grande.

     

    Este primeiro curso tem como discussão central a trágica história de amor do mestre de lógica, Pedro Abelardo (filósofo do século XII e um dos mais renomados professores da Escola de Notre-Dame) e a jovem Heloísa, que em umas das cartas escreve que sempre amou Abelardo. Esta história de amor conhecida por muitos será o fio condutor do Curso, que terá como fonte a obra “Correspondências de Abelardo e Heloísa”. As aulas deste primeiro módulo seguem nos dias 19 e 26 de março e 02 de abril.

     

    O Principium é coordenado pela professora do Departamento de Filosofia da UEPB, Simone Marinho, que realizará “As Jornadas de Filosofia Medieval” durante todo o ano. É a primeira vez que o Núcleo efetua uma atividade deste porte. As Jornadas contarão com seis cursos de extensão para os quais é preciso se inscrever. Além de receber o certificado de cada curso de Extensão em que se encontram inscritos, os participantes serão contemplados com um certificado geral, desde que tenham tomado parte em ao menos 70% de todas as atividades oferecidas. Outros cursos que não estão na programação poderão ser incluídos ao longo do ano.

     

    Para participar deste Curso de Extensão e outros ofertados pelas Jornadas os interessados devem seguir as instruções que se encontram no portal do Principium: http://principium.ceduc.uepb.edu.br.

     

    Curso e ministrante

    “A (im)possível história de amor de Abelardo e Heloísa” será ministrado pela professora, que é graduada em Filosofia e em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Tem Mestrado em Filosofia Antiga pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Doutorado em Filosofia Medieval pela Universidade de Coimbra.

     

    Tem trabalhado nos últimos anos nas Áreas de Filosofia Antiga e Medieval, com ênfase no Neoplatonismo pagão e cristão, na História da Filosofia Medieval, na Mística Medieval e na Filosofia do Renascimento, atuando principalmente no que se relaciona aos filósofos medievais a partir do século XII. Atualmente é líder do Principium que começa o seu segundo ano de existência com duas bolsas PIBIC (cota 2010-2011) e um Projeto de pesquisa financiado pela PROPESQ na cota 2011-2012.