Secretário destaca o compromisso do Poupança Jovem em mudar realidade.

     

     Foram iniciadas na terça-feira (1º), as atividades do Programa Poupança Jovem em Montes Claros. A abertura oficial dos trabalhos aconteceu no auditório do prédio 6, no campus-sede da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), com a presença do Secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges. Ele ressaltou a importância da iniciativa “em anular os riscos sociais para os jovens estudantes mineiros”.

     

    A Unimontes é a coordenadora do programa no município, que atenderá cerca de 13 mil estudantes do ensino médio de 37 escolas públicas no exercício de 2011. Em Minas Gerais, outras oito cidades são beneficiadas pela iniciativa, totalizando 62 mil alunos. Os investimentos são da ordem de R$ 100 milhões.

     

    Durante a abertura, à tarde, o secretário lembrou que “a criação do Poupança Jovem remete ao compromisso do Governo de Minas com a transformação social”, mas, ao mesmo tempo, “deve ser encarada como desafio para mudar a realidade e os comportamentos dos adolescentes”. Ainda no evento, destacou “a determinação, competência, compromisso e lisura da Unimontes na condução do processo de seleção ao programa”.

     

    O reitor da Unimontes, João dos Reis Canela, pontuou as ações do Poupança Jovem como “atos efetivos para a inclusão social”, estreitando injustiças e criando oportunidades para que os jovens se tornem cidadãos de fato. Sobre a participação da Unimontes, “atendendo ao chamamento do governador Antonio Anastasia, enalteceu “a capacidade de articulação” de toda sua equipe na condução da metodologia de trabalho em “um instrumento eficaz de amparo à sociedade”.

     

    CAPACITAÇÃO

     

    Pela manhã, teve início a capacitação dos profissionais para a execução do “Poupança Jovem” em Montes Claros. As atividades são coordenadas pela Unimontes e Sedese e terão prosseguimento nesta quarta-feira (2), até o final da tarde, no prédio 2 do campus-sede. As atividades são ministradas pelas coordenadoras do “Poupança Jovem” para Minas Gerais, Roberta Kfury e Thaís Magalhães.

     

    Participam 98 profissionais de 17 funções na implementação e acompanhamento do programa no município. Eles foram submetidos à seleção pública, realizada pela Comissão Técnica de Concursos (Cotec) da Unimontes, cujo resultado foi divulgado na última sexta-feira (24). Durante o treinamento, recebem orientação sobre as ações que devem desenvolver para o acompanhamento e incentivo aos alunos do ensino médio para que freqüentem as aulas.

     

    Além de esclarecimentos sobre as obrigações dos alunos, são repassadas informações sobre o funcionamento do “Poupança Jovem”, um dos programas estruturadores do Governo de Minas, que tem como foco o atendimento a moradores de áreas em risco social. Ao término dos três anos escolares, os atendidos recebem uma poupança no valor de R$ 3 mil. Neste ano, em Montes Claros, 3,5 mil alunos atendidos pelo programa concluirão o ensino médio até dezembro.

     

    O benefício financeiro só é concedido para quem participar das aulas e de atividades complementares. Os estudantes também participam de cursos de qualificação profissional em diversas áreas.