Campus da UEPB em Monteiro reunirá secretários municipais de Educação nesta quarta-feira.


     

    O Centro de Ciências Humanas e Exatas (CCHE) do Campus VI da Universidade Estadual da Paraíba, instalado em Monteiro, realizará nesta quarta-feira (13) uma reunião com os secretários municipais de Educação dos municípios que integram a 5ª Gerência de Ensino, além das cidades de São José do Egito e Sertânia.

     

    O objetivo, segundo o diretor de Centro José Joelson Pimentel de Almeida, é promover uma aproximação com as demais cidades onde residem muitos dos alunos da UEPB, que precisam viajar todos os dias para assistir aula no Campus de Monteiro. Além de contar com a presença de representantes de órgãos públicos, a reunião será aberta a participação de alunos, professores, servidores e a comunidade em geral.

     

    Na pauta, estarão assuntos como a implantação da língua espanhola nas redes municipais de ensino; melhorias na qualidade e pontualidade dos transportes dos alunos; ações que visem a diminuição da evasão nos cursos; projetos de editorias por meio da Editora Universitária da UEPB, dentre outros. “Temos atividades a serem desenvolvidas junto com esses municípios, cujos moradores são nossos alunos, mas antes de tudo precisamos de uma aproximação com eles”, disse o diretor.

     

    De acordo com José Joelson, há a intenção de se promover um trabalho em parceria com essas cidades e melhorar as condições de permanência dos graduandos nos cursos. Ele citou como exemplo a iniciativa da cidade de Arari, cuja prefeitura mantém em Monteiro uma casa de apoio para facilitar a permanência de seus estudantes na Universidade. “Esse exemplo deve ser exposto para que outras prefeituras possam copiar”, acrescentou.

     

    A ideia de realizar a reunião surgiu após um diálogo do diretor com um dos estudantes da UEPB. Na oportunidade, o aluno alertou que, às vezes, muitos secretários de prefeituras desconhecem a amplitude do que significa a instalação e atuação de uma universidade no contexto urbano e rural de um município. Assim, buscou-se “apresentar” a essas pessoas como ocorre o trabalho da UEPB e os projetos que ela procura desempenhar.

     

    Projetos

    A reunião no Campus de Monteiro também será uma ocasião favorável para apresentar aos participantes alguns dos projetos que já estão sendo desenvolvidos na Universidade e outros que ainda estão em fase de proposta. Um deles é estimular a implantação da disciplina Língua Espanhola na grade curricular da rede municipal de ensino, aproveitando professores recém-formados pela UEPB. “Há outras iniciativas nas quais as prefeituras podem se engajar, como a oferta do curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para familiares, parentes e amigos de pessoas com surdez”, destacou o professor José Joelson.

     

    Ele explicou, ainda, que outra atividade refere-se à criação da Empresa Junior, envolvendo, a princípio, o curso de Contabilidade e, posteriormente, os cursos de Matemática e Letras. Além disso, há também a proposta de oferecer aulas gratuitas de línguas, como Espanhol, Inglês e Alemão, e o estabelecimento do projeto “Cinema dos Outros”, no qual serão exibidos filmes para se discutir problemas sociais, inclusive em comunidades carentes e na zona rural.