Unicentro está cadastrada no Banco Nacional de Itens.

     

    A Diretoria de Avaliação (Dirai) da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) informou que a instituição já está cadastrada no Banco Nacional de Itens (BNI) do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), promotor do BNI, abriu uma chamada pública para que as instituições públicas de ensino superior passem a participar da elaboração do banco de itens do Enem.

     

    A Dirai informou aos professores da Unicentro, interessados em participar do projeto, que o prazo encerra nesta sexta-feira, 15 de abril, e pode ser feito pelo site: http://sistemasbni.inep.gov.br/inscricao/.

     

    Os objetivos da iniciativa do Inep são inserir as instituições no processo de montagem de suas provas, aumentar o número de itens do BNI do Enem em menos tempo e transferir às universidades e institutos conhecimentos sobre avaliações em larga escala. De acordo com o Instituto, a iniciativa vai aumentar o número de questões disponíveis para a aplicação de duas edições da prova ao ano. O Inep tem hoje cerca de dez mil questões no Banco Nacional de Itens (BNI) e a meta é chegar a 100 mil.

     

    O Inep também destaca que o Enem é composto por uma redação e quatro provas, cada uma de uma área de conhecimento: matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias. Cada prova é composta por 45 itens. O ideal é que o BNI tenha, no mínimo, 20 mil itens por área de conhecimento.

     

    A iniciativa da participação da Unicentro no Banco Nacional de Itens partiu do vice-reitor, Aldo Bona, que, após reunião no Inep, em Brasília, no final de março, solicitou à Dirai para proceder o cadastramento da Universidade.

     

    O vice-reitor contou que, além de debaterem o BNI, a reunião também serviu para que o Inep apresentasse à Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) informações sobre o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC), por meio do qual as instituições públicas de educação superior participantes selecionam novos estudantes exclusivamente pela nota obtida no Enem.

     

    “A presidente do Inep, Malvina Tuttman, e o secretário de Educação Superior do MEC, Luiz Cláudio Costa, apresentaram os objetivos e as vantagens do Sisu, solicitando que as instituições afiliadas à Abruem discutam a possibilidade de aderirem ao sistema . Eles também apresentaram dados mostrando que as instituições que aderiram ao Sisu tiveram aumento na concorrência por suas vagas”, contou Bona.

     

    O vice-reitor ressaltou que será agendada uma reunião entre os diretores do Sisu e a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp). “A Unicentro já utiliza o Enem para as vagas remanescentes dos vestibulares, mas a Reitoria irá promover um debate no âmbito da instituição, sobre a possibilidade de adesão ao Sisu”, complementou.