Norte de Minas homenageado na solenidade de entrega da Medalha da Inconfidência.



    Professores e servidores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), assim como profissionais da região Norte, foram agraciados pelo Governo de Minas na solenidade de entrega da medalha da Inconfidência, realizada nessa quinta-feira (21), na Praça Tiradentes, em Ouro Preto. O governador Antonio Anastasia presidiu a solenidade – acompanhada in loco por cerca de 3 mil pessoas  e que transferiu simbolicamente para a antiga Vila Rica a capital do Estado naquela data.

     

    O evento teve como oradora oficial a presidenta da República Dilma Rousseff, agraciada com o Grande Colar, grau máximo da Medalha da Inconfidência. Ela acompanhou a salva de 21 tiros de fuzil, executada pela Guarda Militar e depositou flores no monumento a Tiradentes. Governadores, ministros, artistas, jornalistas, desembargadores e dirigentes esportivos, dentre outras personalidades, também estiveram presentes.

     

    A presidenta foi quem acendeu a Pira da Liberdade e acompanhada pelo governador Antonio Anastasia participou da solenidade de sepultamento dos restos mortais dos inconfidentes José de Resende Costa, João Dias da Mota e Domingos Vidal de Barbosa, que passam a fazer parte do Panteão da Inconfidência.

     

    Homenagem às norte-mineiras

    O governador Antonio Anastasia fez um pronunciamento com homenagens às centenas de pessoas que ao longo da história contribuíram com a construção do Estado de Minas Gerais, desde a luta pela independência do Brasil aos dias atuais.

     

    Duas mulheres da história do Norte de Minas foram citadas nominalmente pelo Chefe de Estado: a montes-clarense “dona” Tiburtina Alves, considerada a chefe política da cidade e protagonista do episódio da noite de 6 de fevereiro de 1930, quando se dispararam os primeiros tiros da “Revolução de 30”. Lembrou, ainda, do período antes da Inconfidência. “Grande parte do século 18 conheceu a fibra de Maria da Cruz, moça fidalga da Casa da Torre, grande povoadora do São Francisco e líder da resistência da região aos desmandos da Coroa Portuguesa”, discursou.

     

    “Mérito coletivo”

    Pela Unimontes, o reitor João dos Reis Canela foi condecorado com a Grande Medalha na categoria ex-officio. O ato marcou sua posse como integrante do Conselho Permanente da Medalha: “considero esta homenagem como reconhecimento a todos os profissionais, sem distinção de funções, que fazem da Unimontes uma instituição compromissada com os legítimos interesses de nosso Estado”.

     

    Com a Medalha de Honra foram agraciados, por ordem alfabética, os professores da Unimontes Delfino Magalhães Pimenta e Newton Carlos Amaral Figueiredo. A Medalha da Inconfidência foi entregue à servidora Maria Cleonice Dias da Silva e os professores Farley Soares Menezes, Ivo das Chagas, Leonardo Linhares Drumond Machado e José Batista da Silva.

     

    Do Norte de Minas também foram agraciados o jornalista Luiz Ribeiro, com a Grande Medalha como promoção de grau, o juiz de direito José Geraldo Mendes Silva, o produtor rural Dario Colares Moreira, ex-presidente da Sociedade Rural de Montes Claros e a empresa Vallée S/A, esses com a Medalha da Inconfidência.