Reitores conhecem instalações da Universidade do Minho.

                

    No terceiro dia de visitas às instalações de instituições de ensino superior (IES) portuguesas, os representantes da Missão Internacional da ABRUEM conhecem hoje (8) as instalações da Universidade do Minho (UM), em Braga. A delegação segue no país lusitano até o próximo dia 18.

               

    Fundada em 1983, a UM tem como missão gerar e difundir conhecimento, promovendo a educação superior e contribuindo para a construção de um modelo de sociedade baseado em princípios humanistas, nos quais o saber, a criatividade e a inovação são fatores de crescimento, desenvolvimento sustentável, bem-estar e solidariedade.

     

    Após a visita a UM, a comitiva segue para Porto, cidade conhecida mundialmente pelo vinho e pelo patrimônio histórico. Lá, a delegação fica até o dia 11.

     

    Durante as visitas realizadas, além de conhecer um modelo de educação superior diferente do nacional, os integrantes da comitiva, trabalham para que acordos entre as IES brasileiras e portuguesas sejam fechados.

     

    Para o presidente da ABRUEM, Antonio Joaquim Bastos da Silva, durante esta viagem, certamente convênios que favoreçam a mobilidade acadêmica e o intercambio cultural irão acontecer. “Em outras ocasiões, como na viagem a Espanha, acordos foram fechados, e tenho certeza, que em Portugal não será diferente”, destacou Bastos da Silva.

     

    Segundo dia de visitas

                Ontem (7), em Bragança, os reitores participaram do ‘XXI Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP)’, evento que ocorre até o dia 9 e tem como tema ‘Novas formas de cooperação: espaços de convergência nos países lusófonos’.

     

                Na ocasião o presidente da ABRUEM, Antonio Joaquim Bastos da Silva entregou ao presidente da AULP, o reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Clélio Compolina Diniz, uma placa que marca o encontro entre as duas associações em Bragança.

     

    O outro compromisso da comitiva foi conhecer as instalações do Instituto Politécnico de Bragança (IPB). Sede do ‘XXI Encontro da AULP’, o IPB tem como um de seus pilares o empenho na promoção de atividades de pesquisa e extensão que tenham impacto nos meios econômico, social e cultural.