UEPB forma cerca de mil novos profissionais em solenidade prestigiada por diversas autoridades.

     

    Após anos de dedicação ao estudo na Universidade Estadual da Paraíba, cerca de mil universitários chegaram à conclusão dos seus cursos de graduação, tornando-se profissionais das áreas de Saúde, Humanas e Exatas, na solenidade de Colação de Grau das turmas concluintes do Campus I. A cerimônia foi presidida pelo vice-reitor Aldo Maciel e teve como Paraninfo Geral o senador Cássio Cunha Lima. A oportunidade foi prestigiada por diversas autoridades políticas e acadêmicas e marcada pela emoção. Os formandos dividiram com seus familiares a alegria de estarem concluindo seus cursos de graduação e um grande público se fez presente ao Spazzio.

     

    O concluinte do curso de Ciências Contábeis, Flávio Correia, foi o Orador Oficial e, em seu discurso, destacou que “é imperioso não perder de vista que hoje, mais do que nunca, há uma esplêndida atuação da Universidade Estadual para o enriquecimento intelectual na formação cidadã”. Já a concluinte do curso de Serviço Social, Andrea Oliveira Silva, foi a juramentista da Colação de Grau.

     

    Segundo o Orador, “a educação vem crescendo em importância e o mundo globalizado necessita paulatinamente de cidadãos educados nas letras, nos números, nas ciências e em todas as outras áreas do conhecimento humano. A cidadania, nossa capacidade de exercermos nossos direitos e deveres, passa pelo saber e pela educação, para que possamos ser homens e mulheres completos e competentes”.

     

    Como homenageado da noite, o senador Cássio Cunha Lima destacou que a Autonomia da UEPB é fruto de décadas de lutas que sempre visaram transformar a realidade da Instituição. “E isso de fato ocorreu, pois hoje já temos a melhor universidade estadual do Norte/Nordeste do país e continuaremos avançando na qualidade da UEPB para que ela prossiga como instrumento de apoio ao desenvolvimento do estado, com a formação ininterrupta de profissionais e na elaboração de pesquisas inovadoras e continuamente aprimoradas, proporcionando a melhoria da qualidade de vida do povo paraibano”, declarou. Cássio enfatizou aos concluintes que, ao alcançarem o sucesso profissional, retornem à UEPB para seguir contribuindo com o crescimento da Instituição.

     

    O Paraninfo ainda lembrou que o Brasil perdia, naquele sábado, um grande brasileiro, o ex-presidente Itamar Franco. “Tive a oportunidade de ser auxiliar do presidente Itamar quando ele me nomeou para a Sudene e posso testemunhar o elevado grau de espírito público que ele possuía e os exemplos que deixa para as futuras gerações”, revelou.

     

    Em sua fala, o professor Aldo Maciel frisou que, como noutras ocasiões de caráter semelhante, a Universidade Estadual vivia um momento de colheita. “Plantamos conhecimento, plantamos informação, semeamos esperança e, agora, estamos colhendo os frutos de nossa semeadura”, disse, ressaltando que, “nossa meta é dotar nossos estudantes de competência e capacidade para que possam enfrentar os desafios do mundo do trabalho, assegurando à sociedade, profissionais dispostos a transformar suas realidades onde quer que se encontrem”.

     

    Aldo salientou que “todos passaremos, mas o essencial é a certeza de que, hoje, mais do que nunca, esta Universidade é perene, consolidando-se progressivamente, e ainda se transformará numa referência para seu povo, objeto último de todas as nossas ações”.

     

    Após os discursos, foi conferido o grau acadêmico aos concluintes do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Centro de Educação (CEDUC), Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) e Centro de Ciências e Tecnologia (CCT), que representaram os demais colegas de cada centro. A solenidade foi encerrada com um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente, falecido em São Paulo.