José Rui completa um ano como reitor da UNITAU.

     

     

    O reitor da Universidade de Taubaté (UNITAU), prof. dr. José Rui Camargo, completou, no dia 3 de julho, um ano à frente da administração da Instituição, com uma gestão marcada pela busca da estabilidade financeira e pela sustentação do tripé “diálogo-união-inovação”.

               

    Materializado em ações, o discurso adotado pela equipe comandada por José Rui traduziu-se, ao longo desse período, em uma série de medidas pioneiras, implantadas para atender tanto o corpo docente, quanto alunos e funcionários.

     

    Para combater o índice de inadimplência da universidade – hoje em torno de 20% e que chegou a 40% em 2010 –, foi instituído, em fevereiro deste ano, o Programa de Incentivo ao Pagamento (PIP). Por meio do Programa, alunos de graduação em dia com suas mensalidades têm direito a três tipos de benefícios financeiros: 5% para pagamento das mensalidades até o dia 10, sorteio mensal de uma bolsa de estudos de 100% até o final de 2011, e o Seguro Educacional, que beneficia alunos que, por motivos de desemprego ou morte e/ou invalidez do responsável financeiro, não possam arcar com os custos das mensalidades.

     

    Todas essas medidas que visam ao aumento da receita têm sido acompanhadas de um esforço constante voltado à melhoria da qualidade do ensino ofertado pela Instituição. “O Estatuto do Magistério Superior, que apresentamos em fevereiro e que estabelece um plano de carreira para os professores, é uma prova desse processo de melhoria, que irá fortalecer ainda mais a nossa Universidade”, ressalta o reitor.

     

    Com o foco na excelência do seu ensino, a Universidade está liderando um grupo de Instituições de Ensino Superior (IES) que vêm solicitando maior apoio do governo federal às universidades e centros universitários municipais. Na semana passada, esse grupo entregou ao Ministério da Educação, em Brasília, um documento que lista uma série de propostas. Dentre elas, a ampliação da oferta de vagas públicas no ensino superior, disponibilizadas pelas IES municipais via Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de forma gratuita para alunos egressos do ensino médio público.

     

    Internamente, a Universidade tem buscado modernizar e agilizar a sua estrutura acadêmica e pedagógica, com a implementação do regime de ensino semestral. “Todas essas ações estão sendo minuciosamente estudadas para que possamos crescer de forma planejada e responsável”, diz José Rui.

     

    Na intenção de estreitar o relacionamento com os servidores, foi implantado um canal direto de comunicação: o boletim on-line “Fique por Dentro”. Editado semanalmente, o veículo informa a todos os servidores da Universidade assuntos de interesse geral. Também a participação do Reitor na rádio FM UNITAU, todas as sextas-feiras, para responder perguntas e esclarecer dúvidas de alunos e da comunidade, e de reuniões frequentes com os servidores, são exemplos do valor da comunicação para a atual gestão.

     

    A vez do aluno

    A atual administração superior da UNITAU tem dado uma atenção diferenciada aos estudantes, empreendendo esforços também para inseri-lo no mercado de trabalho. Para isso, criou, logo no início da gestão, a Central de Oportunidades, que consiste num programa de desenvolvimento e de atenção pedagógica que oferece ao aluno, entre outros, orientação de carreira profissional, intercâmbio acadêmico, cultural e científico e bolsas de estudos.

     

    “Desde o início, a nossa maior preocupação tem sido honrar os compromissos assumidos, sempre focando na melhoria dos aspectos técnico, administrativo e humano. Atender às necessidades dos vários públicos (aluno, professor, funcionário e comunidade), e não perder de vista o cuidado com a qualidade no ensino, na pesquisa e na extensão são um desafio que estamos superando com o trabalho de uma equipe disposta a lutar pela construção diária daquela que é a maior Universidade da região”, afirma o reitor.