UERN trabalha para criação de novos cursos de mestrado.

     

    Ao longo desta semana, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) deu importantes passos para a implantação de novos programas de Mestrado na instituição.

     

    No dia 25, pela manhã, o professor dr. Pedro Fernandes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, recebeu um grupo de professores lotados na Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais (FAFIC) para discutir a criação de um mestrado em Ciências Sociais. O projeto já está pronto e será enviado antes do prazo final para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

     

    Já no período da tarde do mesmo dia, foi aberto o diálogo com professores do curso de Ciências da Computação. Na pauta a criação de um mestrado profissional na área. Também foi discutido o início dos trabalhos do Mestrado Interinstitucional em Direito (MINTER), exclusivo para professores de Direito da UERN, que será realizado em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

     

    Outras propostas de Mestrados que estão sendo discutidas são na área de Ciências Biológicas com a criação de um mestrado em Biodiversidade; e o Mestrado Interdisciplinar em "Saúde e Sociedade", voltado aos cursos de Enfermagem, Educação Física, Odontologia e Medicina.

     

    De acordo com Pedro Fernandes a criação de cursos de Pós-Graduação não depende apenas do interesse da universidade. "Não é só querer criar um mestrado ou doutorado e pronto. Tem todo um caminho. Primeiro a gente faz um projeto e apresenta a CAPES que aprova ou não", explica.