Universidade Estadual sediará Seminário Internacional "China: desafios e oportunidades".

     

    A Coordenadoria de Assuntos Institucionais e Internacionais, Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, Mestrado e Bacharelado em Relações Internacionais da Universidade Estadual da Paraíba promoverão nos dias 11 e 12 de agosto, nas dependências do Campus V, em João Pessoa, o Seminário Internacional "China: desafios e oportunidades". O evento objetiva discutir com a comunidade acadêmica em geral, o papel desempenhado pela China no sistema internacional contemporâneo. Nesta perspectiva, os participantes poderão conhecer as particularidades histórico-culturais e econômicas chinesas com professores e pesquisadores especializados nestas temáticas.

     

    Nesta quinta-feira (11), das 19 às 21h, será realizada a palestra “China, 1950-2020 – de país pobre a maior economia mundial”, a ser ministrada pelo geógrafo Vladimir Pomar, que há oito anos analisa continuamente o comércio e as relações internacionais mantidas pela China.

     

    Na sexta-feira (12), das 18 às 22h, serão discutidos os temas “Lusofonia em Macau: Que contributos para o reforço das relações sino-brasileiras?”, tendo como ministrante a docente da Universidade de Coimbra, Carmem Amado Mendes; “China e o Mundo” com o professor da Universidade Autônoma de Lisboa, Luís Tomé; “O desenvolvimento com características chinesas”, a ser abordado pelo pesquisador da Fundação Maurício Grabois, Elias Jabbour; “A vantagem comparativa do agronegócio  brasileiro na relação com a China”, com Vladimir Pomar e “Brasil e China: uma nova aliança não escrita?”, a ser ministrado pelo docente da UEPB, Henrique Altemani de Oliveira.

     

    O Seminário é aberto ao público em geral e as inscrições são realizadas no blog relacoesinternacionais.blog.com, com vagas limitadas.  Ao fim do evento será entregue um certificado de participação.

     

    Mais sobre os ministrantes do Seminário

    O professor Vladimir Pomar já ministrou mais de 60 palestras sobre a China em entidades empresariais e governos em 21 estados; dirigiu a comercialização das edições 2004 e 2006 da Expobrasilchina, realizadas no Centro Internacional de Negócios da China (CIEC), em Beijing, em 2004 e 2006; edita a revista em chinês “Negócios com o Brasil”, do Icooi – Instituto de Cooperação Internacional (www.icooi.org), desde 2008 e escreve a respeito da China em outras publicações especializadas.

     

    Elias Jabbour é geógrafo, doutorando em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador da Fundação Maurício Grabois, que promove estudos pesquisas e análises nas áreas política, econômica, social e cultural, sobre realidade brasileira e mundial.

     

    A professora Carmem Mendes é doutora (Ph.D.) pela School of Oriental and African Studies (SOAS), Universidade de Londres (2004), professora da Licenciatura e do Mestrado em Relações Internacionais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, co-fundadora do Observatório da China – Associação para a Investigação Multidisciplinar de Estudos Chineses, em 2005, consultora para o Mercado Chinês (2004-2006) e sócia-fundadora da empresa “ChinaLink, Consultores Ltda”.

     

    Já o professor Luís Tomé integra o quadro de docentes da Universidade Autônoma de Lisboa (UAL), é autor e co-autor de cerca de uma dúzia de livros e inúmeros artigos e ensaios nas revistas da especialidade, discorrendo acerca de geopolítica e segurança internacional e as regiões Euro-Atlântica, EurÁsia e Ásia-Pacífico.

     

    O professor Henrique Altemani é o coordenador adjunto do Mestrado em Relações Internacionais da UEPB, possui doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo, é coordenador do Grupo de Estudos Ásia Pacífico, Membro da Red de Estudios de América Latina y el Caribe sobre Asia del Pacífico (REDEALAP), pesquisador do Observatorio Iberoamericano de Asia-Pacífico e membro da Rede Iberoamericana de Sinologia.