Fapemig: edital de Incentivo à Pesquisa contempla 24 professores da Unimontes.

     

     Vinte e quatro professores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) foram contemplados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) no âmbito do edital 06/2011 de Bolsas de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico (BIP). Os benefícios têm validade por dois anos – prorrogáveis por mais 24 meses –, no valor de R$ 900 a R$ 1,1 mil para doutores e de R$ 600 a R$ 900 para mestres.

     

    A iniciativa do Governo de Minas tem como objetivo ampliar os fomentos aos servidores públicos estaduais envolvidos com a investigação científica, sem direcionamento a determinado tema ou área. A aprovação das propostas teve como critério o volume de produções científicas e, ao mesmo tempo, o histórico recente de publicações dessas pesquisas.

     

    Entre os contemplados está o professor Marcos Esdras Leite, do departamento de Geociências, que destaca a importância da bolsa para o andamento de duas pesquisas. “Além de atender ao custeio dos chamados insumos de manutenção da pesquisa, como traduções, impressões de mapas, dentre outros, esta bolsa permitirá aos pesquisadores uma maior participação em congressos criando oportunidades para novas publicações de nossos trabalhos”, avalia Esdras, que é doutor em Geografia.

     

    Os estudos aos quais se referem são “O mapeamento da Fragilidade Ambiental e do Uso do Solo na Bacia do Pacuí”, sobre a degradação ao longo dos anos nas áreas próximas ao rio (Norte de Minas), e o “Desenvolvimento de Pesquisa em Transporte não Motorizado no Estado de Minas Gerais”, em trabalho conjunto com os professores Guilherme Augusto Guimarães Oliveira (Geociências) e Narciso dos Santos Neto (departamento de Administração), sobre a perspectiva de análise dos registros de acidentes envolvendo ciclistas e das propostas de construção de ciclovias.