UEMS inicia elaboração de convênio com universidade tcheca.


     

    A UEMS iniciou nesta segunda-feira a elaboração de um convênio que promoverá o intercâmbio de sua comunidade acadêmica com a terceira mais antiga universidade da Europa, a Universidade de Carlos, situada na cidade de Praga, capital da República Tcheca.

     

    A instituição europeia já assinalou interesse em compartilhar experiências com a UEMS através de uma carta de interesse assinada por representantes da Universidade tcheca. O documento foi apresentado ao reitor Fábio Edir na segunda-feira (17), que prontamente demonstrou interesse em dar continuidade ao relacionamento que vem sendo estabelecido entre as duas instituições. A formalização do convênio já está sendo providenciada pelo setor jurídico da UEMS.

     

    A parceria internacional nasceu a partir de um contato já estabelecido entre a unidade da UEMS em Nova Andradina e o Centro de Memória Jindricht Trachta de Bataiporã, que preserva a história da colonização tcheca na região. O responsável pelo Centro de Memória, Evandro Trachta, neto de um dos colonizadores de sua cidade, foi pessoalmente à Praga, onde intermediou as conversações entre as universidades.

     

    De acordo com Evandro, a Universidade de Carlos figura hoje entre as 200 instituições de ensino superior mais importantes do mundo. “Eles contam inclusive com recursos da União Européia para custear o intercâmbio entre alunos”, explica Evandro, destacando a importância desse reconhecimento internacional para a formação dos alunos da UEMS.

     

    Em Nova Andradina, a professora Eliane Giacon é a responsável por aproximar a UEMS do Centro de Memória, fomentando a cultura tcheca e promovendo pesquisas no Centro de Memória.

     

    Reitor se reunirá com senadores tchecos

    Durante a apresentação da proposta de convênio, o reitor Fábio Edir foi convidado para acompanhar uma comissão tcheca que virá ao Brasil, passando por São Paulo, Porto Alegre e Bataiporã, esta última cidade em 5 de novembro. A comissão é composta por três senadores da República Tcheca – entre eles a vice-presidente do senado –, um representante do Ministério das Relações Exteriores e um cônsul. Fábio Edir aproveitará a visita para selar o interesse da UEMS em interagir com o país eslavo.