UEMS e SEBRAE organizam projeto de desenvolvimento econômico na fronteira.


     

    A UEMS, juntamente com o SEBRAE-MS, promoveu uma importante reunião para tratar a integração competitiva de micro e pequenas empresas em ambiente de fronteira. A reunião serviu para sistematizar um conjunto de ações a serem desenvolvidas junto ao comércio fronteiriço. As ações serão planejadas conjuntamente entre as instituições de ensino superior públicas do Estado (UEMS, UFMS, UFGD e IFMS), juntamente com a Universidad Columbia del Paraguay e Fundación Centro de Información y Recursos para el Desarrollo.

     

    Para Adriana Rochas, Assessora de Relações Interinstitucionais e Internacionais da UEMS, a cooperação entre as instituições estaduais é fundamental para que o Estado passe a projetar com mais propriedade seus relacionamentos com instituições internacionais. “Antes de buscar uma maior cooperação com outros países, precisamos fortalecer a cooperação entre nossas instituições conterrâneas, só assim poderemos ampliar nossas possibilidades de relações internacionais", diz a assessora.

     

    A UEMS, assim como as demais instituições de ensino envolvidas, fica incubida por desenvolver projetos que fortaleçam a economia nessas regiões. Inicialmente, no caso da Universidade Estadual, os cursos mais envolvidos no projeto seriam os de Administração, Contabilidade e Ciências Econômicas, da unidade de Ponta Porã, tanto pelo perfil das graduações, quanto pela proximidade à fronteira com o Paraguai.

     

    Entre as principais áreas de atuação do projeto estão à formação de redes e desenvolvimento de capacidades entre os agentes do comércio e indústria na fronteira; a promoção do acesso a serviços de desenvolvimento empresarial; fomento ao desenvolvimento de projetos empresariais sustentáveis e inovadores; e desenvolvimento de bens públicos.