50.o Fórum Nacional de Reitores começa na próxima quarta-feira em Pernambuco.



    Marcado para acontecer entre os dias 23 e 26 de maio em Pernambuco, o 50.o Fórum Nacional de Reitores começa na próxima quarta-feira. O evento é uma realização da Universidade de Pernambuco em parceria com a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM). O tema desse ano é a qualidade da educação superior e os modelos de avaliação brasileiros, tendo como subtema as estratégias de construção de redes interinstitucionais no ensino, pesquisa e extensão. A abertura oficial do evento será no dia 23 de maio, às 18 horas, no Dorisol Recife Gran Hotel (local que servirá de sede para o fórum) com a presença do governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos, que fará a palestra inaugural.

    O reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e presidente da ABRUEM, João Carlos Gomes, destaca que com a realização do 50.o Fórum será possível discutir os modelos de avaliação brasileiro, sempre focando na qualidade do ensino superior. “Nessas ocasiões, podemos estreitar ainda mais os laços com nossas filiadas, além de proporcionar uma troca de conhecimento importante para o fortalecimento do ensino superior brasileiro.”

    O encontro deverá reunir grande número de representantes das universidades estaduais e municipais filiadas, órgãos governamentais, professores e convidados. Na sua essência, os fóruns foram criados com o intuito de difundir e produzir conhecimento junto à sociedade, promovendo um espaço de interação e troca de conhecimentos entre os participantes do evento.

            

     

    Universidade de Pernambuco

    Para a realização dessa edição do fórum, a ABRUEM conta com uma importante parceira, a Universidade de Pernambuco (UPE). Com a missão de contribuir para o desenvolvimento sustentável de Pernambuco por meio do ensino, da pesquisa e da extensão universitária, a UPE teve sua origem na Fundação de Ensino Superior da Pernambuco – FESP, mantenedora, desde 1965, de um grupo de unidades de ensino superior preexistentes no estado. Em 1990, foi criada, em seu lugar, a Fundação Universidade de Pernambuco, que viria a ser mantenedora da nova Universidade de Pernambuco.

    A UPE é uma importante instituição de ensino público superior para seu estado devido à grande abrangência de suas instalações. Com seu complexo multicampi, formado por 13 unidades de ensino e três grandes hospitais, distribuídos no Recife e em sua Região Metropolitana, em Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro e Petrolina, a UPE está em todo o território de Pernambuco.

    Programação

    A abertura do 50.o Fórum Nacional de Reitores acontece no dia 23 de maio, às 18h, no Dorisol Recife Gran Hotel, com a palestra do governador do estado de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). No dia 24, durante a manhã, serão realizadas duas mesas temáticas.  A primeira será “Critérios de avaliação da Educação Superior – SINAES – Ensino a Distância”, com o palestrante João Carlos Teatini de Souza Clímaco (diretor de Educação a Distância – CAPES). Na sequência, será debatido o papel das universidades no desenvolvimento do país, com a palestra de Tânia Bacelar, da Universidade Federal de Pernambuco. À tarde, será debatida a avaliação da qualidade da educação superior – modelos SINAES e CAPES – experiências consolidadas ou passíveis de construção, com a professora Ana Maria Ferreira Leite (coordenadora geral de Avaliação e Acompanhamento e diretora de Avaliação Substituta da CAPES). No mesmo dia, às 15h20, ocorre a Reunião do Conselho Pleno da ABRUEM.

    Dia 25 de maio, pela manhã, as mesas terão como tema os critérios de avaliação da educação superior – SINAES – ensino presencial (palestra com Luiz Cláudio Costa – presidente do INEP) e as perspectivas da educação superior (palestra com o professor Amaro Henrique Pessoa Lins – secretário da Educação Superior – SESu). No período da tarde, serão discutidos os caminhos da ciência, tecnologia e inovação e o programa Ciências sem Fronteiras (com Glaucius Oliva – presidente do CNPq), além da construção de redes interinstitucionais no ensino, pesquisa e extensão – experiência RENORBIO (Maria Madalena Pessoa Guerra – Representante estadual do Programa de Pós-Graduação de Biotecnologia da Rede Nordeste de Biotecnologia – RENORBIO).  No mesmo período, serão discutidas a revalidação e a mobilidade acadêmica (com Luciane Stallivieri – assessora de Relações Internacionais da Universidade de Caxias do Sul. No dia 26 de maio, acontece o encerramento do evento.