Missão Internacional da ABRUEM garante parcerias com entidades alemãs para fortalecer o intercâmbio de alunos brasileiros.

     

     

    O terceiro dia (13/06) de visitas da Missão Internacional da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM) na Alemanha foi marcada por visitas a órgãos de fomento ao intercâmbio de alunos e a Universidade de Bonn.  

    A comitiva brasileira foi recebida pela  direção do  Deutscher  Akademischer Austausch Dienst (DAAD) na figura da doutora Martins Juliane Schulze (Chefe da Divisão da  África/Atin American) e doutor Michel Eschwwiler (Diretor do Departamento Latino Americano).  O DAAD é formado por  236  universidades alemãs e 124 organizações de estudantes, além disso possui um escritório no Rio de Janeiro, um Centro de Informações em São Paulo e uma agência Alemã para o Programa de Mobilidade Acadêmica.

    Por meio da visita foi possível garantir o apoio total do DAAD ao Programa Ciência Sem Fronteiras do Governo Federal. Novos editais para bolsas de mobilidade na Alemanha serão abertas no segundo semestre de 2012. Até 2015, a previsão é que sejam disponibilizadas 10.000 vagas para intercambistas. Os interessados em se cadastrar no Programa Ciência Sem Fronteiras podem acessar o portal www.csf-Alemanha.de. Graças também ao encontro, foi possível perceber a necessidade de informar ao DAAD o nome dos alunos das Instituições de Ensino Superior brasileiras  filiadas a ABRUEM via CNPQ. Cada aluno deve se inserir na Plataforma do DAAD com urgência.

    As atividades desse terceiro dia também foram marcas por uma Reunião com o Conselho de Reitores Alemães ( HRK). O doutor Tomas Kathofer (Generalsekretar) e a doutora Íris Danowski M.A. (Referatsleiterin   Europa  und Lateinamerika) deram as boas vindas aos representantes brasileiros. Com uma proximidade de trabalho com a ABRUEM, a meta principal do  HRK é a de defender a autonomia das Universidades Alemães, pois as instituições são  de responsabilidade dos Estados e não do Governo Federal Alemão. Ao todo são 16  Estados e 297 universidades públicas filiadas ao HRK.

    Na Alemanha existem 2,5 milhões de estudantes universitários, sendo que, mais  de 90 por cento, estão nas universidades públicas do país.  O número de  instituições de ensino superior privadas é 90 universidades, não sendo ligadas ao HRK.

    A relação entre o HRK e a ABRUEM já vem de outros tempos. O Acordo de Cooperacao entre as Universidades Alemãs e Brasileiras , assinado pelo Presidente da ABRUEM e reitor da UEPG, João Carlos Gomes, em novembro de 2011 em Bonn/Alemanha, teve como próprio parceiro o  HRK e a ANFIFES. O objetivo do acordo é  assegurar que os estudantes dos dois  países em mobilidade acadêmica tenham seus créditos aceitos fora de seu país.

     

    Visita a Universidade de Bonn

    Além dos encontros com órgãos do ensino superior alemão, a comitiva de reitores e representantes das universidades estaduais e municipais filiadas ABRUEM foram recebidos na Universidade  de Bonn. Toda a instituição foi apresentada pelo reitor  Jurgen Fohrmann.  Os integrantes da Missão Internacional também acompanharam a apresentação do Internacional Office e do Programa de Estudos da Universidade de Bonn. Por fim, participaram de uma visita guiada a casa onde nasceu o instrumentista e compositor, Beethoven.