Missão da ABRUEM visitas mais duas universidades alemãs.


    Na reta final da Missão Internacional da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM),  a comitiva de reitores e representantes das instituições filiadas passou por mais duas universidades alemãs.  Na tarde de segunda-feira (18/6), os brasileiros foram recepcionados pelo reitor da Universidade de Ciências Aplicadas de Karlsruhe , Karl-Heinz Meisel.

    Após as boas-vindas, o dirigente alemão algumas singularidades para com as universidades que adotam o modelo de ensino e pesquisa aplicados. Para quem ingressa no quadro docente, além do doutorado, é preciso comprovar experiência de no mínio três anos fora da universidade. Com cerca de sete mil alunos, sendo 950 estrangeiros, e um quadro docente formado por 200 professores e 350 professores/pesquisadores, a universidade está avaliada entre as melhores da Alemanha no ranking das universidades de Ciências Aplicadas. O foco dos cursos ofertados pela instituição está nas Engenharias, com opções como Arquitetura, Civil, Construção, Infraestrutura, Informática/Informação, Eletrotécnica, Gestão de Informação, Administração e Engenharia Industrial (Mecânica, Informática e Gestão), Mecatrônica e Engenharia Automobilística.

    Com um representatividade tão forte, a universidade se coloca como uma boa opção para estudantes brasileiros que queiram ir para o exterior. No campo da mobilidade estudantil, a instituição tem selecionados dez estudantes brasileiros, aceitos através do ‘Ciência sem Fronteiras’. Eles vão permanecer por seis meses na universidade e mais seis meses numa empresa de engenharia. Antes de iniciarem as aulas, os brasileiros vão receber um curso de alemão, com duração de dez semanas.

     A segunda instituição visitada, isso na manhã de terça-feira (19/6), foi o Instituto de Tecnologia de Karslruhe. Na ocasião, a comitiva foi recebida pelo reitor Eberhard Umbach, que fez uma explanação sobre a instituição formada a partir da fusão entre uma universidade (Universidade Karlsruhe) e um centro de pesquisa (Forschungszentrum Karlsruhe), em 2009.  Essa instituição é dividida em 11 faculdades, nas quais são oferecidos 43 cursos. Entre as graduações estão Matemática, Química, Biologia, Sociologia, Arquitetura, Física, Engenharia Civil, Geologia, Ecologia, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Informática e Administração. O instituto já recebeu três alunos brasileiros e, segundos seus dirigentes, o intercâmbio estudantil é uma das prioridades  de Karslruhe .