Chega ao fim a Missão Internacional da ABRUEM 2012.

     

    A Missão Internacional da Associação Brasileira dos Reitores, iniciada no último dia 04 de junho, chega ao seu último dia de visitas. Nessa sexta-feira (22/06), a comitiva de reitores e representantes das universidades estaduais e municipais filiadas a ABRUEM foram recebidos  na Technische Universitat Munchen. Avaliada como a melhor universidade da Alemanha segundo Ranking Nacional, essa instituição está entre as  melhores da Europa.  O diferencial dessa instituição pode ser percebido através da proximidade com muitas empresas de alta tecnologia, possibilitando a participação ativa de seus alunos nos laboratórios das indústrias.

    A delegação brasileira foi recebida pelo reitor   Wolfgang A. Herrmann que apresentou a universidade e abriu espaço para discutir possibilidades de cooperação acadêmica. Ao todo, são 31.000 estudantes, sendo  5.500 estudantes estrangeiros.  Suas áreas de atuação são as Engenharias,  as Ciências Agrárias, as Ciências Exatas e Naturais, Saúde, Educação e Ciência Econômicas. A Technische Universitat Munchen já recebe alunos brasileiros e está participando do “Programa Ciência Sem Fronteiras” para alunos de graduação e pós-graduação.

    Com o fim das atividades, o presidente da ABRUEM e reitor da UEPG, João Carlos Gomes, acredita que a Missão da viagem foi cumprida. “Com certeza, a Comitiva da ABRUEM fechou com chave de ouro suas visitas às universidades alemãs, sendo recebida na Melhor Universidade da Alemã e uma das Melhores da Europa”. O retorno de todos os integrantes da delegação está previsto para acontecer já no dia 23 de junho.

    Intercâmbio

    A Technische Universitat Munchen é uma excelente opção para os alunos brasileiros que pensam em fazer intercâmbio.  A universidade possui programas de Escola de Verão e de Inverno  ( maiores informações podem ser acessadas no  www.international.tum.de),  no valor de aproximada de 1 .500 euros (incluindo acomodação, curso de idiomas, meia pensão, tickets para transporte local, excursões, seguros de saúde e workshops). 

    Alunos brasileiros de graduação que estão atualmente estudando nessa instituição deram alguns relatos de suas experiências e relataram a importância para os indivíduos que vierem estudar em Munique, de contatar (via rede social)  os estudantes que estiveram ou estão aqui, para receberem orientação e apoio, pois a cidade tem um custo de vida letivamente alto. Porém todos concordaram que o valor da bolsa do Programa Ciência Sem Fronteiras  (880 euros mensais)  é um valor interessante, visto que esta bolsa e superior as bolsas recebidas por alunos de outros países que estão aqui.