Extensão da UNITAU receberá R$ 521 mil para realizar projetos.


     

    Sete projetos de extensão universitária da UNITAU (Universidade de Taubaté) foram selecionados pelo Governo Federal e receberão subsídios de R$ 521,6 mil. O repasse é inédito, já que até 2011 era direcionado apenas a instituições federais e estaduais.

    A inclusão das municipais no processo de seleção do Ministério da Educação (MEC) só ocorreu após esforços da UNITAU, que atua para que todas as unidades de ensino públicas possam concorrer a incentivos dos governos federal e estadual.  

     A relação de projetos de extensão que receberão recursos do MEC, por meio do Programa de Apoio à Extensão Universitária (ProExt), foi divulgada no último dia 15. O programa, vinculado à Secretaria de Educação Superior (SESu), aprovou 781 propostas de 113 instituições.

    Os recursos somam R$ 80 milhões, serão repassados em 2013 e contemplarão projetos de extensão com foco em políticas de inclusão social de 57 universidades federais, 24 institutos federais, 30 instituições estaduais e três municipais, entre elas a UNITAU.

    A Universidade participou com 21 projetos – 19 foram aprovados, sendo que, desses, 7 receberão recursos financeiros, totalizando R$ 521.676,13 (veja abaixo lista dos escolhidos).

    “O edital 2012 possibilitou que as universidades públicas municipais participassem pela primeira vez do ProExt. O resultado foi excelente, pois contribuiu para que os projetos da UNITAU, voltados para políticas públicas, por um lado, recebam um aporte financeiro e, por outro, conquistem reconhecimento público, pois nossas ações de extensão têm a mesma qualidade das ações das universidades públicas federais e estaduais”, avaliou o Pró-reitor de Extensão da UNITAU, Prof. Dr. José Felício Goussain Murade.

    O ProExt, criado em 2002, busca articular políticas públicas de 16 órgãos governamentais federais com as ações desenvolvidas pelas universidades públicas.