Representante da Vale ministra palestra na 52ª edição do Fórum da Abruem.


    Na manhã desta quinta-feira (18), no auditório do Pestana São Luís Resort Hotel, os participantes do 52º Fórum Nacional da Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) assistiram a uma excelente palestra relacionada ao processo de expansão da Vale no estado do Maranhão.

    Intitulada “A expansão da Vale dentro de um conceito de integração entre mina, ferrovia e porto”, a palestra foi proferida pelo integrante da Gerência de Relacionamento Institucional de Projetos da empresa, o engenheiro civil Marcelo Novaes. Sendo mediada pelo reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), José Augusto Silva Oliveira.

    Na ocasião, o palestrante fez uma abordagem do Projeto Capacitação Logística Norte (CLN) que visa ao aumento da capacidade da Estrada de Ferro Carajás (EFC), do porto do Sistema Norte, bem como a construção do novo píer de embarque de minério de ferro no terminal marítimo de Ponta da Madeira, no Maranhão, denominado píer IV.

    Conforme destacou Marcelo Novaes, o CLN se configura como o maior projeto de mineração em curso no mundo, sendo estratégico para suportar, até o ano de 2017, um crescimento previsto de cerca de 80% na capacidade de produção de minério de ferro da empresa no Norte do país.

    Para isso, a Vale investirá aproximadamente US$ 15,5 bilhões de dólares, até 2017, que segundo afirmou o palestrante, será aplicado na construção da ponte de concreto,que forma o elo final dessa cadeia produtiva, com os berços de atração e os respectivos equipamentos para carregar os porões dos navios.

    A expansão da logística na região foi dividida em duas etapas, contempladas por dois projetos, o CLN, que objetiva aumentar a capacidade da EFC, dos pátios e do porto, em São Luís; e o S11D, na Serra Sul de Carajás, que adicionará 90 milhões de toneladas de minério de ferro por ano à produção da mineradora no estado do Pará. Contabilizando investimentos da ordem de US$ 15,5 bilhões, esses projetos elevarão a capacidade total de produção da Vale no Norte para 230 milhões de toneladas por ano, em um horizonte de quatro anos.

    Além da apresentação da palestra, houve a exibição de um vídeo institucional da Vale, uma das empresas parceiras na realização desta edição do Fórum da Abruem, evento promovido pela Uema em parceria com a referida Associação.