Comitiva da ABRUEM conhece a realidade do ensino na Hanyang University.


     

    “Uma das melhores opções para os alunos brasileiros na Coréia do Sul sem dúvida alguma é a Hanyang University", afirmou o presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM) e reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), João Carlos Gomes, após a sexta visita da comitiva de reitores e representantes das instituições brasileiras filiadas a Associação em território sul-coreano. Na visita, ocorrida na segunda-feira, dia 24, a delegação foi recebida pelo presidente da Hanyang University LIM, Duck-Ho.

    A universidade é uma das instituições de pesquisa intensiva privada na Coréia do Sul. O campus principal está em Seul, e o segundo, ERICA campus (Education Research Industry Cluster em Ansan), está localizado na cidade de Ansan. A palavra "Hanyang” deriva do antigo nome da capital "Seoul", usado durante a dinastia Chosun.

    A instituição produziu inúmeros líderes e profissionais ao longo dos anos em praticamente todas as áreas da sociedade. A faculdade de Engenharia da Universidade Hanyang tem uma reputação bem conhecida pela produção de numerosos especialistas que trabalharam com a espinha dorsal da industrialização e da modernização do país e é considerada como uma das mais prestigiadas universidades de engenharia na Coréia do Sul.

    A universidade estabeleceu o primeiro instituto de engenharia do país (Instituto de Engenharia DongA), em 1939, que originou a instalação de fundação da Universidade Hanyang. Também estabeleceu a primeira escola de arquitetura e engenharia civil na Coréia.

    Com 2.938 professores, 38.500 alunos regulares e mais 4.780 alunos estrangeiros, a universidade foi considerada a melhor universidade coreana para receber alunos estrangeiros nos anos de 2011 e 2012. A instituição oferece, como todas as universidades coreanas, alojamento completo para os alunos estrangeiros. Atualmente, a Hanyang University possui 58 alunos brasileiros que estão no país pelo Programa Ciências Sem Fronteiras do governo federal. 

    A universidade possui um orçamento de 611 milhões de dólares por ano. “A instituição é muito forte na Área das Engenharias, mas com curso em praticamente todas as áreas. Possui

    forte integração com o setor industrial, possibilitando que praticamente todos seus alunos coreanos e estrangeiros possam fazer um estágio em uma indústria”, ressaltou o presidente da ABRUEM, reitor João Carlos.

    Durante a reunião, o President Duck Ho Lim destacou o interesse em ampliar o intercâmbio acadêmico com as universidades brasileiras, e propôs um convênio com a ABRUEM e individualmente com as instituições brasileiras presentes na comitiva da Associação.

     “Dois alunos brasileiros que estão estudando nesta universidade estiveram presentes na reunião e destacaram a qualidade da Hanyang e o apoio que recebem como alunos estrangeiros”, disse o reitor João Carlos.

    Após as apresentações e discussões das formas de se ampliar o intercâmbio entre as universidades, o presidente da instituição e seu sttaf ofereceram um almoço de trabalho para a comitiva da ABRUEM. Além dessa atividade, foram visitados os laboratórios de ensino e pesquisa da universidade. "Vamos incentivar nossos alunos, principalmente das Engenharias e da Informática a se inscrevem no próximo edital do Ciências Sem Fronteiras para as universidades coreanas", finalizou o reitor João Carlos.

    A comitiva formada por reitores, vice-reitores e representantes de instituições de ensino superior brasileiras de diferentes regiões do país ficam em território sul-coreano até o próximo dia 28 de junho. Ao todo, dez instituições da Coreia do Sul serão visitadas, além de encontros com representantes do setor de educação do país.

     

    Comitiva da ABRUEM durante visita a Hanyang University