Cerimônia marca recondução aos cargos de reitor e vice-reitor

    Fonte: UNICENTRO

     

    A noite da última quinta-feira (4) foi marcada pela solenidade de recondução à reitoria dos professores Aldo Nelson Bona, na condição de reitor, e Osmar Ambrósio de Souza, como vice-reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste, a Unicentro. Os professores foram nomeados pelo governador do estado do Paraná, Beto Richa, após a eleição direta realizada no ano passado, com índice de 72% de aprovação pela comunidade universitária. O mandato inicia neste ano e segue até 2020.

     A cerimônia contou com as presenças de membros do Conselho Universitário (COU), autoridades locais e estaduais, além de reitores e diretores de outras instituições de ensino superior do Paraná. Neste ano, pela segunda vez, quem não pode comparecer à solenidade pode a companhar, em tempo real, via internet.

     

     O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, destacou que a parceria entre a prefeitura e a Unicentro deve continuar nesta próxima gestão. “Nossa administração tem um estreito relacionamento com a Unicentro. Todas as ações que fizemos juntos sempre foram muito positivas para ambas as instituições e, principalmente, para a população, que acaba sendo a grande beneficiada”, afirmou. O prefeito de Irati, Odilon Rogério Burgath, também falou sobre a relevância da universidade para o desenvolvimento regional. “O desenvolvimento econômico, intelectual e a produção científica da cidade de Irati e dos demais municípios em que a Unicentro trabalha realmente é o que faz com que os nossos municípios se desenvolvam. A universidade é a mola propulsora”, disse.

     

     A reitora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Berenice Quinzani Jordão, representando os demais reitores das universidades estaduais do Paraná, destacou que a reeleição da atual gestão representa a continuidade dos trabalhos em prol da articulação das Instituições de Ensino Superior Paranaenses. “Sabemos e reconhecemos no professor Aldo uma grande liderança e é importante que as nossas universidades sejam fortalecidas por pessoas que tenham como intenção fazer universidades públicas de grande relevância”.

     

     A entrega do termo de posse foi feita pelo secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti), João Carlos Gomes, que representou o governador do estado. “Essa reeleição nos dá a segurança de que essa universidade continuará crescendo e, acima de tudo, cumprindo com muita propriedade e qualidade os seus objetivos no ensino, na pesquisa, na extensão e na integração com a comunidade”, destacou.

     

     A cada ano a Unicentro se torna referência em ensino superior de qualidade. Nos últimos três anos, a instituição saiu da 47ª posição na avaliação do Ministério da Educação (MEC), para ocupar a posição de 25ª melhor universidade brasileira, entre as 231 avaliadas. Por isso, os gestores reconduzidos destacaram o compromisso assumido na reeleição, com a continuidade da consolidação e expansão da universidade. “É um compromisso muito forte de mantermos esse crescimento da universidade, não só em espaço físico, mas também em produção de conhecimento. É isso que nós nos propomos a fazer, é nisso que nós vamos trabalhar ativamente para que aconteça”, afirmou o vice-reitor Osmar Ambrósio de Souza.

     

     O reitor Aldo Nelson Bona disse que, apesar da previsão de tempos difíceis a serem enfrentados, a expectativa é continuar avançando na ampliação de cursos de pós-graduação stricto sensu, na melhoria dos conceitos dos cursos de mestrado e doutorado e no aprimoramento do projeto político-pedagógico da instituição.

     

     Ele também ressaltou que, um dos focos da gestão será a organização de ações institucionais de atenção e apoio ao estudante, com vistas a diminuir o índice de evasão no ambiente universitário. “Também firmamos o compromisso de continuar o que tem sido o estilo das gestões da Unicentro: ter a reitoria sempre aberta ao diálogo, a disposição para ouvir proposições e trabalhar com todas as energias possíveis na realização daquilo que é do interesse da comunidade acadêmica”, finalizou.