Ex-aluno da Unicamp é o novo reitor do ITA

    Fonte: Eliane Fonseca-UNICAMP

    Pela primeira vez na história, um ex-aluno de graduação da Unicamp torna-se reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Anderson Ribeiro Correia tomou posse na sexta-feira, 26. Ele se graduou em Engenharia Civil na Unicamp em 1998. A solenidade de transmissão de cargo ocorreu na própria instituição, em São José dos Campos. A diretora da Faculdade de Engenharia Civil Arquitetura e Urbanismo (FEC) da Unicamp, Marina Sangoi de Oliveira Ilha, representou o reitor José Tadeu Jorge. 

    Anderson trabalha há 11 anos no ITA, sendo que nos últimos três esteve à frente da Pró-Reitoria de Extensão e Cooperação da instituição. O processo de seleção do novo reitor começou em setembro de 2015.  Durante o processo, 11 candidatos se voluntariaram para o cargo. Após entrevistas e apresentação de propostas, uma comissão formada por pesquisadores e docentes com renomada reputação escolheu três candidatos. A partir da lista tríplice, o Comandante da Aeronáutica escolheu e nomeou o ex-aluno da Unicamp. 

    Em entrevista ao Portal da Unicamp, Anderson falou sobre a importância de ocupar o cargo de reitor do ITA. “O cargo tem uma relevância muito grande até pelos reitores que já passaram por aqui, como Richard Habert Smith, que era professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) quando se tornou o primeiro reitor. Desde então, temos uma safra de reitores de um quilate muito grande. São pessoas de alta envergadura, tanto científica quanto institucional também”, disse. 

    Sobre o papel da Unicamp na sua trajetória profissional até chegar ao cargo de reitor, Correia lembrou o modelo de formação das duas instituições e o vínculo que criou com a instituição campineira na sua carreira como professor, que agora manterá como reitor. “O modelo de formação do ITA é muito semelhante ao da Unicamp, que é aquele voltado para a área de Ciência e Tecnologia e mais próximo da realidade da indústria. O ITA guarda uma semelhança com o MIT e com a Unicamp por seguirem um modelo mais inovador. Aliás, a Unicamp é a universidade mais inovadora do Brasil”, afirmou. O novo reitor destacou o vínculo forte mantido entre as instituições de Campinas e de São José dos Campos. Lembrou que dois reitores da Unicamp são graduados pelo ITA - Hermano Tavares e Carlos Brito – e que o Instituto tem muitos alunos oriundos da Universidade campineira. “Acaba que são escolas irmãs. Uma complementa a outra”, disse.  

    Já para os alunos da graduação da Unicamp, que ainda não vislumbram seguir uma carreira como a dele, Correia deixa uma mensagem: “Acredito que o aluno da Unicamp tem um perfil voltado para a área de pesquisa e isso o incentiva a seguir a carreira acadêmica. Os países mais ricos são aqueles que investem em ciência e pesquisa. Isso é um incentivo para os alunos. Quem tem essa vocação, esse gosto pela ciência, que busque essa carreira de pesquisa”.

    Além de Anderson, Carlos Américo Pacheco é outro ex-aluno da Unicamp que foi reitor da renomada instituição de ensino entre os anos de 2011 e início de 2015. Carlos, que tem graduação em engenharia eletrônica pelo ITA, realizou seus estudos de mestrado e doutorado em Ciência Econômica no Instituto de Economia da Unicamp, onde é professor.

    Correia recebeu o cargo do professor Fernando Toshinori Sakane, reitor interino desde março de 2015. Compareceram à solenidade o Comandante e Oficiais Generais da Aeronáutica, assim como representantes da Secretaria de Aviação Civil (SAC), da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), da Agência Espacial Brasileira (AEB), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e de empresas do setor aeronáutico da região de São José dos Campos.

    Sobre o novo reitor

    Anderson Correia realizou seus estudos de mestrado em engenharia de infraestrutura aeronáutica no próprio ITA. Já o doutorado em engenharia de transportes ocorreu na Universidade de Calgary, no Canadá. É membro do conselho de administração da Organização Brasileira para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Controle do Espaço Aéreo (CTCEA); do comitê Transportation Research Board – nos Estados Unidos, e do conselho deliberativo da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (ANPET).

     

    Foi superintendente de infraestrutura aeroportuária da ANAC e presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Transporte Aéreo. É bolsista de produtividade 1C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Tem experiência na área de engenharia de transportes, com ênfase em planejamento de transportes, atuando principalmente nas áreas de aeroportos, transporte aéreo e logística.