Inscrições para Programa Nacional de Mobilidade da Abruem já estão abertas

    Nessa etapa, estudantes devem pleitear a vaga de interesse diretamente com a universidade receptora

    Cursar parte da graduação em outra universidade que não aquela em que foi aprovado num dos processos de seleção possíveis - como o vestibular e o Sisu - é o objetivo e mesmo o sonho de muitos estudantes universitários. Até pouco tempo, a mobilidade era pensada só com instituições de ensino superior do exterior e essas oportunidades eram poucas. Para possibilitar que mais acadêmicos e universidades tenham essa vivência, para os primeiros de ir para outra realidade e para os últimos de receber alunos com outra visão das práticas de ensino-aprendizagem, a Abruem (Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais), nos últimos anos, tem concentrados em uma ação de intercâmbio própria: o Programa de Mobilidade Nacional.

    "A mobilidade traz sempre um conjunto de benefícios, fora do país ou dentro do próprio país. O principal deles é você conhecer realidades diferentes; estar vinculado e conhecer a realidade de uma outra instituição; ter uma formação a partir de uma outra perspectiva regional com profissionais, com professores-pesquisadores de outra universidade de região diferente da sua. Esse sair da sua zona de conforto, da sua região e ir ao encontro de uma outra região, encontrar outras pessoas e, eventualmente, outros costumes, tudo isso também é muito formador da pessoa, do ser humano. É um desafio que vale a pena ser enfrentado e que traz, sem dúvida nenhuma, contribuições", pondera o presidente da Abruem, reitor Aldo Nelson Bona.

    Nesse ano, das 45 instituições afiliadas à Abruem, 23 estão participando do PMN, ofertando, no total, 1.776 vagas de intercâmbio."No ano passado", conta Hebert Melo, coordenador geral de Relações Internacionais da UEG (Universidade Estadual de Goiás) e responsável pelo Programa de Mobilidade da Abruem, "15 universidades participaram. Foram 770 vagas. Ou seja, nós tivemos um crescimento superior ao dobro na oferta".

    Para participar do Programa de Mobilidade Nacional da Abruem o estudante deve estar regularmente matriculado numa das IES associadas. Cada uma das 23 universidades participantes na oferta para 2017 já disponibilizou em sua página na internet o Edital com as vagas oferecidas e, também, os procedimentos de inscrição. As informações também podem ser conferidas no site do PMN (www.mobilidade.abruem.org.br). As candidaturas dos interessados devem ser apresentadas até o próximo dia 25 de novembro.