Embaixada da Austrália promove reunião com o intuito de estreitar laços com universidades estaduais e municipais brasileiras.

    A Abruem (Associação Brasileira das Universidades Estaduais e Municipais), representada pelo reitor Paulo Medeiros, e membros das administrações superiores de universidades estaduais e municipais afiliadas à Associação participaram, na semana passada, de uma reunião na Embaixada da Austrália, com pesquisadores daquele país pertencentes às ATN (Australian Technology Network).

    A audiência, proposta pela própria Embaixada, teve como objetivo, segundo o embaixador John Richardson, “estreitar os laços de cooperação entre Brasil e Austrália no campo da ciência e da tecnologia, no sentido de aproximar as universidades dos dois países para que propostas de cooperação técnicas entre as instituições de ensino superior possam ser concretizadas”.

    Também participaram da reunião o conselheiro de Educação da Embaixada da Austrália, Niclas Jonsson; a oficial de Educação, Vanessa Ribeiro; o diretor do Australian Center, Vinícius Barreto, e pela ATN os professores Helen Klaebe, Pat Cuckley, Denise Cuthbert e Greg Skilbeck.

    As Universidades brasileiras foram apresentadas por seus representantes. De modo geral, as instituições ressaltaram a importância da colaboração entre pesquisadores e, também, acenaram para a possibilidade de desenvolvimento de projetos, programas e mesmo cursos, como Minters e Dinters, em parceria.