MINC lança editais de fomento à produção audiovisual

    A Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC) lançou dois editais inéditos de fomento à produção audiovisual no País, em novembro de 2007, junto com a divulgação anual dos programas para o setor. São os Editais de nº. 2, voltado para curtas-metragens a Egressos ou Participantes de Programas Sociais, e o de nº. 7, voltado ao Desenvolvimento da Série de Animação para Televisão.
    Os dois concursos estão com as inscrições abertas até 29 de fevereiro, juntamente com os outros cinco editais para a área audiovisual. As inscrições podem ser feitas no site www.cultura.gov.br do MinC, no link Editais e Premiações.
    Participantes de Programas Sociais
    Os novos editais foram lançados para atender demandas da sociedade civil. O concurso destinado a integrantes de programas sociais foi uma reivindicação encaminhada por representantes do 1º Fórum de Experiências Populares em Audiovisual (FEPA), realizado no Rio de Janeiro em junho de 2007, solicitando a extensão dos editais da SAv também para os núcleos populares de formação audiovisual, tais como grupos coletivos de produção, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) e Organizações não Governamental (Ongs).
    O Fórum reuniu diversas entidades que trabalham com projetos audiovisuais na formação de lideranças comunitárias nas periferias dos centros urbanos.Tem como objetivo o reconhecimento público das produções da periferia e a adequação das políticas de governo para as expressões populares. Integrantes do FEPA fazem parte do Conselho Consultivo da Secretaria do Audiovisual do MinC desde 2007.
    O Edital nº 02/2007 visa apoiar a produção de obras audiovisuais inéditas, de curta-metragem, dos gêneros ficção, documental ou experimental, com duração entre 10 a 15 minutos. É destinado a pessoas físicas a partir dos 18 anos, que comprovem a participação em projetos sociais com foco na linguagem audiovisual, realizados por entidades sem fins lucrativos e que tenham as instituições como produtoras. Serão selecionados 20 projetos para receber o apoio individual de até R$ 30 mil.
    Série de Animação para TV
    Já o edital para o desenvolvimento da série de animação para TV faz parte de uma política de estímulo à produção audiovisual nesta área, que vem sendo desenvolvido desde a assinatura do convênio Brasil-Canadá, com ênfase no cinema de animação, em 1985. O ex-diretor do Centro Técnico Audiovisual (CTAv), José Araripe, disse que o convênio favoreceu a formação da geração Animamundi, composta por talentosos animadores brasileiros. “A gestão da CTAv de 2005 a 2007 se pautou, por orientação da SAv, em resgatar as ações do convênio. Foram lançados outros editais para animação, realizados eventos promocionais, oficinas e o censo dos animadores”, acrescentou.
    Ele explicou que o Edital nº. 7 nasceu do resultado dessas ações, como mais uma oportunidade para viabilizar projetos de animação para serem vendidos às TVs nacionais e internacionais. O edital veio atender também o crescente interesse dos realizadores nacionais nesta área. É destinado às pessoas físicas e jurídicas (empresas brasileiras de produção independente) que apresentem projetos de série audiovisual inéditos, do gênero animação, com potencial para gerar no mínimo 13 blocos de meia hora. Serão apoiados 10 projetos, no valor individual de R$ 30 mil.

    O CTAv dá continuidade à esta política a partir de 2008, investindo em laboratórios e salas de aula para a formação de educadores em animação. Por intermédio de novos CTAvs, regionais, irá ampliar a oferta de cursos e oficinas com o objetivo de preparar profissionais para os desafios deste mercado em expansão      

    Fonte: /www.cultura.gov.br.