CFF premia profissional formada na UEPG

     

    O artigo “Estágio em uma Farmácia Homeopática: abrindo portas para um futuro promissor”, de autoria da farmacêutica bioquímica Lívia Fernanda Presa, formada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), foi o vencedor na categoria “Jovem Farmacêutico” do Prêmio Jayme Torres de Farmácia. Entregue desde o ano de 2002, a premiação é de responsabilidade da comissão editorial do Conselho Federal de Farmácia (CFF). Além da categoria “Jovem Farmacêutico”, o CFF concedeu o reconhecimento à doutora Agricélia Marli de Almeida, ganhadora da categoria “Farmacêutica” com o artigo “A minha trajetória na Farmácia Homeopática”.
    Ao primar pela originalidade, pelo caráter inovador, pela clareza do conteúdo e pelo domínio de conhecimento, o Prêmio Jayme Torres se apresenta como uma forma de identificar, reconhecer e difundir ações de farmacêuticos e jovens profissionais que buscam melhorias nas condições de vida da comunidade. Em 2007, o tema central dos artigos foi a Farmácia Homeopática. A ex-aluna da UEPG, que relatou sua experiência como estagiária em uma farmácia de manipulação em Foz do Iguaçu, sua terra natal, recebeu R$ 3 mil por ter obtido o primeiro lugar da categoria. Lívia participou da premiação que aconteceu em Brasília, durante as comemorações pelo Dia do Farmacêutico, no último dia 22.