Fapemig aprova R$ 1,16 milhão para capacitação docente na Unimontes

     A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) será contemplada com o total de R$ 1.167.813,00, aprovados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), no âmbito do Programa de Capacitação de Recursos Humanos (PCRH). Os recursos serão destinados, prioritariamente, à capacitação docente, incluindo bolsas (novas e renovação) para professores e pesquisadores participantes de cursos de mestrado e/ou doutorado, além de treinamentos especiais e atendimento a pesquisadores visitantes. O montante aprovado para este ano é mais do que o dobro autorizado pela Fapemig em 2007 (R$ 560.401,50).

    “Cumpre-nos, uma vez mais, enaltecer e reconhecer o valioso e indispensável apoio recebido da Fapemig, e do próprio Governo de Minas, viabilizando a capacitação docente e, em conseqüência, o incremento da pesquisa e da pós-graduação Stricto sensu,contribuindo para a maturidade institucional e, mais do que isso, permitindo que a Universidade atue efetivamente em ações e projetos voltados ao desenvolvimento científico e tecnológico do Estado”, afirma o reitor da Unimontes, professor Paulo César Gonçalves de Almeida.

    Avaliação semelhante é feita pelo coordenador de Pós Graduação, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Unimontes, professor Hercílio Martelli Júnior: “o Programa de Capacitação de Recursos Humanos (PCRH) da Fapemig é fundamental para a melhoria não somente da titulação docente, mas, acima de tudo, da pesquisa institucional e, conseqüentemente, do fortalecimento das perspectivas para implantação de novos cursos de pós-graduação Stricto sensu.

    DESTINAÇÃO DOS RECURSOS – Do total liberado, no âmbito do PCRH para a Unimontes, neste ano, cerca de R$ 595.668,00 serão destinados às renovações das bolsas dos professores matriculados em cursos de mestrado e doutorado. Serão beneficiados também os alunos matriculados no Doutorado Interinstitucional em Economia, oferecido em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

    Ainda serão liberados R$ 479.935,00 para a implementação de novas bolsas de mestrado e doutorado, sendo beneficiados, neste caso, docentes que estarão iniciando novos programas de pós-graduação Stricto sensu.

    Outros R$ 60 mil serão aplicados em treinamentos técnico-científicos especializados para o atendimento a diferentes áreas do conhecimento, com o objetivo de otimizar as atividades da pesquisa e da pós-graduação, enquanto R$ 34,2 mil poderão ser utilizados para bancar pesquisadores visitantes da universidade.