UEPG está entre as cinco públicas paranaenses que mais aprovam na OAB

     

    No dia em que a aula magna do professor José Altevir Mereth Barbosa da Cunha e a entrega do título de mérito universitário a duas personalidades do cenário jurídico paranaense marcam as comemorações alusivas aos 50 anos do curso de Direito da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Brito, divulga a lista das 33 universidades brasileiras com maiores índices de aprovação na primeira fase do exame da Ordem. Segundo os dados revelados na tarde de hoje, com 66,67% de aprovados, o curso da UEPG desponta como o 24° melhor colocado em nível nacional e o quarto com melhor desempenho entre as faculdades paranaenses. Este é o primeiro ano em que a seccional paranaense da OAB participou do exame unificado, que aconteceu no último dia 20 de janeiro e reuniu outros 19 estados brasileiros.
     
    Para o reitor da UEPG, professor João Carlos Gomes, este índice é resultado do empenho demonstrado tanto por alunos como professores do curso de Direito da UEPG, que se firma como um dos mais tradicionais do estado ao completar meio século de funcionamento. “Os resultados que o curso de Direito vem acumulando tanto nas avaliações do MEC quanto no exame da Ordem dos Advogados do Brasil comprovam a qualidade do ensino prestado pela UEPG. Isso também é demonstrado no excelente desempenho profissional da maioria dos egressos do nosso curso”, avalia o reitor.
     
    Nestor Imthon Bueno, diretor geral da Secretaria de Estado da Fazenda e aluno da primeira turma da Faculdade de Direito de Ponta Grossa e Fernando Antonio Gonçalves Celestino Saraiva, delegado da Receita Federal do Brasil em Ponta Grossa receberão na noite de hoje a medalha do mérito universitário pela contribuição prestada à UEPG através de sua atuação profissional. Instalado em 1958, o curso de Direito reuniu os docentes e as atividades da Faculdade Estadual de Direito de Ponta Grossa, criada pela Lei n° 2.179, de 4 de agosto de 1954, sendo reconhecida pelo Decreto Federal n° 50.355, de 18 de março de 1961. A partir de 1970, com a criação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), o Departamento de Direito foi implantado, fundindo-se na nova estrutura. Em 2008, o curso de Direito da instituição registra a matrícula de 793 acadêmicos, distribuídos em 405 (matutino) e 388 (noturno). O Setor de Ciências Jurídicas está instalado no Bloco “A” do Campus Central da UEPG, reunindo as seguintes unidades: Departamento de Direito do Estado, Departamento de Direito Processual e Departamento das Relações Sociais, bem como o Colegiado de Curso, salas de professores, secretaria e laboratório de informática.