Ministro enaltece participação da Unimontes em programa nacional

     

    O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, enalteceu na última segunda-feira (24), em Belo Horizonte, durante a aula inaugural do curso de capacitação de gerentes sociais, a participação da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) no programa “Gestão Social com Qualidade”, desenvolvido em parceria com o próprio ministério, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Escola Nacional de Administração Pública. O núcleo constituído na capital, que reúne 72 municípios, é coordenado pela Unimontes.
    Ao destacar a projeção da Universidade no cenário nacional, em virtude dos resultados alcançados nas avaliações promovidas pelo Ministério da Educação, Patrus Ananias ressaltou os laços afetivos com a instituição, lembrando ter nascido em Bocaiúva - a 42 quilômetros de Montes Claros – e que tem “acompanhado, de perto, os avanços registrados na Unimontes nos últimos anos”. 
    Durante a solenidade, a subsecretária de Assistência social da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Maria Albanita Roberta de Lima (representando o secretário de Estado, deputado Custódio Matos); a secretária municipal adjunta de Assistência Social de Belo Horizonte, Elizabeth de Almeida Leitão (representando o prefeito Fernando Pimentel); e o deputado estadual André Quintão, também enalteceram o programa de capacitação de gerentes sociais e a participação da Universidade.
    “É motivo de orgulho para a Unimontes, uma universidade pública fincada no sertão norte-mineiro, contribuir com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome em um programa de capacitação, inédito, e de relevância indiscutível”, afirmou o reitor, professor Paulo César Gonçalves de Almeida, ressaltando o fato de os gestores estarem sendo capacitados com o objetivo de permitir a efetiva implementação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. Na verdade, lembra o reitor, “a meta maior é uma sociedade mais justa, igualitária e mais humana”.
    No âmbito do programa, serão capacitados 1.600 gerentes sociais de 629 municípios brasileiros, sendo a Unimontes responsável por pólos localizados em Goiânia, Unaí (noroeste de Minas) e Belo Horizonte, envolvendo 270 gerentes e técnicos de 111 municípios dos estados de Minas Gerais e Goiás, além do Distrito Federal.
     
    Presenças – A solenidade de abertura do curso contou, ainda, com a participação da secretária de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Laura da Veiga; a diretora de Formação de Agentes Públicos e Sociais do MDS, Ayla Vanessa de Oliveira Cançado; a diretora geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas (Idene), Rachel Tupynambá de Ulhôa (representando a secretária de Estado Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, deputada Elbe Brandão); o superintendente de associativismo municipal da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Hamilton Tolentino Trindade; a pró-reitora de Extensão da Unimontes, professora Marina Ribeiro Queiróz; os prefeitos Ademir Carvalho (Caeté) e Celso Antônio da Silva (Confins) e os coordenadores do curso do núcleo de Belo Horizonte, professores Clovis Roberto Zimmermann, Elisângela Chaves e Alcione Ribeiro Vieira.
    Capacitação na capital – Através do núcleo de Belo Horizonte, a Unimontes vai capacitar 174 gerentes sociais de 72 municípios mineiros: Aimorés, Além Paraíba, Alfenas, Araguari, Araxá, Baldim, Barbacena, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Campanha, Campo Belo, Capim Branco, Caratinga, Carmo da Cachoeira, Confins, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Coronel Fabriciano, Divino, Divinópolis, Esmeraldas, Florestal, Ibirité, Igarapé, Ipatinga, Itabira, Itaguara, Ituiutaba, Jaboticatubas, Juatuba e Juiz de Fora.
    E ainda: Lagoa Santa, Leopoldina, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Miraí, Monte Alegre de Minas, Mutum, Nova Lima, Nova União, Oliveira, Ouro Preto, Passos, Pedro Leopoldo, Pitangui, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santa Luzia, Santana do Paraíso, Santo Antônio do Monte, São João Del Rei, Santos Dumont, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas, Timóteo, Uberaba, Uberlândia, Varginha, Vespasiano e Viçosa.