Unimontes beneficiada com recursos da Capes/MEC para programas de mestrado

    A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) foi contemplada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), com recursos da ordem de R$ 107,8 mil, dentro do Programa de Apoio à Pós-Graduação (Proap). A verba é destinada à gestão e melhoria dos programas de mestrados próprios da Unimontes, em especial para as despesas referentes às atividades dos cursos de pós-graduação Stricto sensu, tais como material de consumo e despesas com viagens de professores convidados.

     

    Os recursos atendem a cinco dos seis mestrados próprios da Unimontes, todos reconhecidos pela Capes. Os programas das áreas de Ciências Biológicas, Ciências Agrárias (Produção Vegetal no Semi-Árido) e Zootecnia serão beneficiados com R$ 20 mil cada. Para os mestrados em Desenvolvimento Social e Ciências da Saúde – Acadêmico – estão garantidos R$ 19 mil (para cada curso). Serão liberados, ainda, R$ 9,8 mil para gestão direta da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da universidade.

     

    Além disso, foi aprovada a concessão de 12 bolsas para a Unimontes dentro do Programa Demanda Social da Capes/MEC, que serão destinadas aos alunos matriculados nos cursos de mestrados, no valor de R$ 940,00 por mês e com a duração de dois anos.

     

    A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Silvia Nietsche, destaca a importância do suporte do Ministério da Educação aos mestrados próprios da Unimontes. “O apoio da Capes é imprescindível para que a Universidade possa consolidar as ações desenvolvidas nos programas de mestrado. A nossa expectativa é para que, contando também com o apoio de outros órgãos de fomento, como a Fapemig e o CNPq, possamos melhorar ainda mais a qualidade dos nossos programas de pós-graduação”, afirma a pró-reitora.