Unimontes apóia realização do VII Encontro das Águas do Norte de Minas

     

    A Universidade Estadual de Montes Claros vai apoiar a realização do VII Encontro das Águas, que terá início na próxima segunda-feira, 2 de junho, com atividades até o próximo dia 5 - no auditório da Sociedade Rural e no Núcleo da UFMG. O evento integra as comemorações do dia mundial do meio ambiente (5 de junho), sendo organizado pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Norte de Minas (Agro-NM), com o apoio do Governo de Minas - através da Unimontes, Emater, Cemig, Copasa e Igam - e Prefeituras municipais.
     
    Os interessados em participar dos minicursos, painéis institucionais, palestras, mesas redondas e debates podem se inscrever junto à secretaria do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET), da Unimontes (prédio 3 - Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro). Dentre os temas relacionados estão os papéis e as ações das instituições no desenvolvimento sustentável do Norte de Minas; o biomonitoramento da qualidade da água e a regularização do uso dos recursos hídricos em Minas Gerais.
     
    O diretor do CCET, professor Marlon Cristian Pereira Toledo, considera fundamental a participação da Unimontes neste evento, não apenas porque serão abordados temas de relevância nacional, mas também pelo fato de a Universidade “ser uma referência na produção de projetos e pesquisas de interesse coletivo para a preservação e o uso sustentável da água”.
     
    Ele lembra, ainda, que o encontro vai concentrar temas que já fazem parte do dia-a-dia das atividades acadêmicas de diversos cursos da Unimontes, como Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Sociais e Geografia.
     
    Atualmente, a Unimontes desenvolve pesquisas sobre os sistemas de irrigação – e os seus manejos – nos projetos agrícolas do Norte de Minas (Jaíba e Gorutuba), barragens subterrâneas e produção agroecológica, dentre outros.
     
    Dois projetos da Universidade serão divulgados no próximo dia 3, das 14 às 18 horas, durante o VII Encontro das Águas, através de minicursos: “Abordagens e Considerações Geopolíticas na Modernidade”, com a professora Yara Maria Soares Costa da Silveira, do curso de Geografia; e “Mandala: sistema integrado para a racionalização do uso da água em regiões secas”, com a professora Lize de Moraes Vieira da Cunha, professora do curso de Agronomia, oferecido no campus de Janaúba.