Professor da Unioeste ganha prêmio Ruy Miller Paiva.

     

       O professor Cárliton Vieira dos Santos, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Campus de Cascavel, recebeu em 22 de julho,  o prêmio “Ruy Miller Paiva” pelo melhor artigo de 2007 entre os publicados na Revista Brasileira de Economia e Sociologia Rural, uma das melhores revistas científicas na área de Economia do Brasil (Qualis A Nacional). A cerimômia de entrega do prêmio ocorreu durante o 46º. Congresso Brasileiro de Economia, Administração e Sociologia Rural que, em 2008, aconteceu em Rio Branco, capital do Acre, de 20 a 23 de julho, numa promoção da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (Sober).

       Com o tema “Efeitos potenciais da política tributária sobre o consumo de alimentos e insumos agropecuários: uma análise de equilíbrio geral inter-regional”, o artigo analisa os efeitos de longo prazo sobre a economia brasileira decorrentes da redução dos tributos indiretos sobre o consumo de alimentos pelas famílias e da redução dos tributos indiretos sobres os principais insumos utilizados pela agropecuária.

       A análise foi implementada por meio de simulações com o uso de um modelo computável de equilíbrio geral inter-regional. Trata-se  de um dos instrumentais de análise mais robustos e sofisticados empregados no campo da Economia Regional. O instrumental foi desenvolvido por Cárliton dos Santos na sua tese de doutorado, sob orientação do professor Joaquim Bento de Souza Ferreira Filho, da Esalq/USP, co-autor do artigo.

       Os resultados do artigo premiado mostram que as políticas tributárias simuladas têm o potencial de expandir o nível de atividade econômica nas regiões mais pobres do País e de reduzir nas regiões mais ricas. Eles mostram também o potencial para melhorar o bem-estar das classes de menor renda em todas as regiões, especialmente nas mais pobres: Norte e Nordeste. O artigo evidencia, ainda, que os efeitos das políticas tributárias diferem regionalmente, muitas vezes de maneira substancial, o que reforça a utilidade de instrumentais de análise apropriados que sejam capazes de captar esses aspectos e que superem a simples intuição econômica. Por fim, o artigo ressalta que estudos dessa natureza podem contribuir consideravelmente para a produção de informações relevantes para orientar a formulação de políticas.