Entre 50 cursos de Serviço Social avaliados em MG, o da Unimontes foi apontado como o melhor

     

        A capacitação do corpo docente, o incremento da investigação científica e o estímulo aos acadêmicos para atuar nos projetos extensionistas. Estes são alguns dos aspectos apontados como responsáveis pelo bom desempenho conquistado pelo curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade/2007), cujo resultado foi divulgado no último dia 6 de agosto, pelo Ministério da Educação. Entre 50 cursos da área avaliados em Minas Gerais, o da Unimontes – vinculado ao Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) – foi o único que conquistou a maior nota – 5.

        Na edição 2007 do Enade, foram avaliados outros seis cursos da Unimontes – Agronomia (Janaúba), Educação Física (Montes Claros e Januária), Enfermagem, Medicina, Odontologia e Zootecnia (Janaúba) - que também obtiveram conceitos máximos (4 ou 5), ficando entre os melhores de Minas Gerais e do Brasil.

         “Os excelentes conceitos atribuídos ao curso de Serviço Social no Enade, apontado como o melhor de Minas entre 50 avaliados, assim como o bom desempenho conquistado pelos outros cursos, são frutos, uma vez mais, do esforço coletivo e solidário. Assim, deve ser enaltecida a participação efetiva dos professores, servidores técnico-administrativos e, sobretudo, dos acadêmicos”, afirma o reitor da Unimontes, professor Paulo César Gonçalves de Almeida.

         Para o diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, professor Sebastião José Vieira Filho, “o resultado confirma a qualidade do curso e evidencia o zelo, dedicação, o compromisso e o alto nível do corpo docente e dos acadêmicos”. Por outro lado, afirma que o bom desempenho no Enade não o surpreende, tendo em vista que o curso já havia conquistado conceito ‘A’ em recente avaliação promovida pelo Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais (CEE-MG). O diretor do CCSA destaca também o fato de o curso ser relativamente novo na Unimontes, sendo implantado em 2003 e a primeira turma graduada em 2006.

        Por sua vez, o coordenador do curso, professor André Ramos Carloni, aponta como fatores fundamentais para a conquista registrada no Enade, os investimentos realizados na melhoria da estrutura e na qualificação dos professores. “O corpo docente se qualifica cada vez mais, além do que os alunos são incentivados a participar ativamente dos projetos de pesquisa e de extensão”, observa o professor André Carloni, salientando, ainda, o apoio recebido da reitoria da universidade.

     

        Atualmente, a Unimontes conta com cerca de 140 acadêmicos matriculados no curso de Serviço Social, que funciona no período matutino. Ainda de acordo com o professor André Ramos Carloni, o curso oferece boas perspectivas profissionais. “O campo de trabalho em serviço social está em expansão, principalmente no setor público, como prefeituras. Mas, também, há um crescimento do mercado na área privada, com as empresas reconhecendo a importância do assistente social, tanto na relação com seus funcionários como na convivência com a própria sociedade”, concluiu o coordenador.