Monte Azul receberá cursos da Unimontes.

     

    O município de Monte Azul, no Norte de Minas, vai receber cursos de graduação (modalidade de ensino a distância) oferecidos pela Universidade Estadual de Montes Claros. Poderão ser ofertados, ainda, cursos de nível técnico. Foi o que ficou acertado, na manhã da última sexta-feira (27), quando o reitor da Unimontes, professor Paulo César Gonçalves de Almeida, recebeu em audiência o deputado federal Márcio Reinaldo (PP), acompanhado do prefeito eleito de Monte Azul, Joaquim Gonçalves Sobrinho. Também participaram do encontro assessores do prefeito eleito.

     

    Ao assinalar que será atendida uma antiga reivindicação dos habitantes de Monte Azul (distante 230 quilômetros de Montes Claros), o deputado Márcio Reinaldo afirmou que “a oferta de cursos superiores, especialmente através de uma instituição respeitada em nível nacional e até internacional, como a Unimontes, irá impulsionar ainda mais o desenvolvimento daquele município norte-mineiro”.  Ele propôs, ainda, que seja examinada a possibilidade de oferecer cursos voltados ao ramo de confecções, “mesmo porque Monte Azul está se transformando em um dos maiores pólos desse setor no interior do Estado”. Por sua vez, o prefeito eleito, Joaquim Gonçalves Sobrinho, assegurou o apoio necessário para viabilizar o satisfatório funcionamento da Unimontes em Monte Azul.

     

    Segundo o reitor, “a participação da Prefeitura é absolutamente indispensável, ainda que os recursos financeiros tenham sido assegurados através de Emenda de Bancada consignada no Orçamento da União deste ano, para o que foi também importante a participação do deputado Márcio Reinaldo”. A liberação dos recursos pelo Ministério da Educação está programada para os próximos dias, contemplando o campus-sede e outros campi da Unimontes, o que irá permitir a execução de diversos projetos e ações do interesse da comunidade acadêmica e da população das regiões onde a Universidade está inserida. 

     

    ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - O professor Paulo César de Almeida disse que a proposta da Unimontes é de criar em Monte Azul cursos de graduação – na modalidade a distância.  “Para isso, deverá ser montada a estrutura necessária, incluindo prédio e laboratórios com acesso à internet para as aulas e outras atividades presenciais previstas na estrutura curricular de cada curso”, afirmou o reitor.

     

    Ele ressaltou, ainda, que o modelo de educação a distância é, “sem dúvida alguma, o mais adequado para permitir o atendimento aos anseios dos municípios das regiões onde a Universidade atua, beneficiando os jovens, especialmente aqueles oriundos de classes sociais menos favorecidas e que ainda não têm acesso ao ensino superior”.

     

    O reitor lembrou que a Unimontes vem obtendo bons resultados com o sistema, por intermédio do Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), desenvolvido em parceria com o Ministério da Educação (MEC). Programa semelhante poderá ser implantado em Minas Gerais, uma vez que os estudos já vêm sendo elaborados no âmbito da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, sob a coordenação do secretário Alberto Portugal, a partir de orientação do governador Aécio Neves e do vice-governador, professor Antonio Augusto Anastasia.

     

     

    Por outro lado, o professor Paulo César de Almeida afirmou que a Unimontes poderá oferecer também cursos técnicos em Monte Azul, que serão definidos a partir das demandas da comunidade local.