Projeto da Unimontes é premiado pelo Ministério do Turismo.

    Uma combinação entre o turismo solidário, a preservação ambiental e a inclusão social. Esta é a filosofia do projeto ‘Caminhos Gerais – Circuito dos Diamantes’ –, desenvolvido pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) em parceria com a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Pela segunda vez consecutiva, a iniciativa foi eleita pelo Governo Federal, através do Ministério do Turismo, como o melhor projeto em fluxo turístico do Brasil.

     

    Em correspondência encaminhada ao reitor da Unimontes, professor Paulo César Gonçalves de Almeida, o coordenador geral do projeto, Lúcio Flávio Baioneta, destacou a importância da conquista.

     

    “A Unimontes não vem medindo esforços para que seus professores e acadêmicos estejam em todos os lugares que necessitam da inclusão social aliada ao respeito ao meio ambiente”, afirmou o dirigente da ABCCMM. Para ele, “a instituição engrandece o nosso projeto e que, em 2009, possamos mais uma vez firmar esta parceria”. Destacou ainda que a Universidade “é, indiscutivelmente, o orgulho de todos os mineiros”.

     

    AÇÕES DA UNIMONTES - As ações do Projeto “Caminhos Gerais” no âmbito da Unimontes são coordenadas pela Pró-Reitoria de Extensão. Com o lema “uma marcha com solidariedade”, o projeto foi iniciado em 2007 e, através dele, são realizadas cavalgadas que percorrem os municípios mineiros, em especial os do Norte, Vale do Jequitinhonha e Noroeste. Ao mesmo tempo, com a participação de acadêmicos voluntários, são realizados diversos trabalhos solidários.

     

    Em média, cada município visitado recebe 35 acadêmicos de diversos cursos de graduação para atendimento da população em ações nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte e lazer e meio ambiente.

     

    No ano passado, no chamado Circuito dos Diamantes, foram visitados os municípios de Diamantina, Grão Mogol, Cristália, Botumirim e Itacambira, enquanto nos circuitos “Guimarães Rosa” e “Estrada Real”, as equipes da Unimontes da ABCCMM estiveram em Várzea da Palma, Curvelo, Serro, Alvorada de Minas e Itambé do Mato Dentro.

     

    Paralelamente, são desenvolvidos os circuitos das Águas (Sul de Minas), Serra (Rio de Janeiro) e Verdes Mares (Fortaleza/CE).

     

    De acordo com a pró-reitora de Extensão da Unimontes, professora Marina Ribeiro Queiroz, as atividades deverão ser retomadas em março. Os roteiros ainda estão em fase de elaboração, mas, como nos dois anos anteriores, serão priorizadas as localidades do Norte de Minas.