Assessor da Uneal ganha prêmio do Iphan.

    Matéria de Davi Salsa foi escolhida entre as três melhores de 2008 

    Reportagem produzida pelo assessor de comunicação da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), jornalista Davi Salsa, com o título “Memorial resgata a história da mulher no Agreste alagoano”, foi uma das três vencedoras do Prêmio Mário Pedrosa de Jornalismo - evento anual promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

     

    A matéria, editada em novembro do ano passado, no jornal Tribuna Independente, foi escolhida entre os três melhores trabalhos sobre museus brasileiros, publicados na mídia nacional, no ano de 2008.

     

    A reportagem destaca o conjunto de obras presentes no Memorial da Mulher Ceci Cunha, localizado em Arapiraca, bem como o trabalho desenvolvido no espaço para resgatar a memória da mulher agrestina, a exemplo da criação de um acervo exclusivo para preservar a tradição centenária do canto das destaladeiras de fumo de Arapiraca.   

     

    O resultado do prêmio foi divulgado no último fim de semana, em Brasília. O Prêmio Mário Pedrosa é destinado a matérias jornalísticas sobre museus no Brasil, relacionadas ao tema -Museus como agentes de mudança social e desenvolvimento.

     

    A relação com os nomes dos três vencedores do concurso foi publicada no Diário Oficial da União (Edição nº 39, Seção1, página 7).

     

    Conforme prevê o regulamento do concurso, os jornalistas Davi Salsa e Mônica Nunes receberão um prêmio em dinheiro no valor de R$ 3 mil. 

     

    O jornal Tribuna Independente também receberá do Departamento de Museus e Centros Culturais do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Demu/Iphan) um diploma de menção honrosa pela contribuição à memória nacional.


    De acordo com os critérios estabelecidos pelo edital do concurso, a Comissão Especial de Seleção, formada por jornalistas e museólogos, analisou aspectos relevantes como redação, edição e estruturação da matéria; pesquisa e documentação; profundidade da abordagem, multiplicidade de fontes; enfoque e fidelidade ao tema; caráter inovador ao tratar sobre o tema; construção da narrativa jornalística.


    O Prêmio Mário Pedrosa surgiu no âmbito do Ano Ibero-Americano de Museus, comemorado em 2008, como forma de incentivar os meios de comunicação a divulgar trabalhos sobre museus e, no caso desta primeira edição, destacar a importância social das instituições museológicas.

     

    O lançamento da segunda edição do prêmio está previsto para maio deste ano, com tema Museus e Turismo, o mesmo da Semana Nacional de Museus 2009, a fim de reforçar o apoio ao potencial turístico, atratividade, pluralidade cultural e diversidade das instituições museológicas brasileiras.